Bridgerton | 9 diferenças entre a temporada 2 e o livro

Bridgerton | 9 diferenças entre a temporada 2 e o livro

Por Natalie Rosa | Editado por Jones Oliveira | 02 de Abril de 2022 às 19h30
Netflix

No final de 2020, os assinantes da Netflix conheceram a série de época Bridgerton, baseada em uma saga de livros de mesmo nome de Julia Quinn. A trama, produzida por Shonda Rhimes, ganhou sua segunda temporada e trouxe uma série de novos personagens, protagonistas e um novo romance.

Assim como toda adaptação de livros para a televisão ou cinema, alguns acontecimentos são modificados, cortados ou ainda inventados para que a experiência no audiovisual seja a melhor possível, e foi o que aconteceu com Bridgerton na segunda temporada. Algumas situações foram mostradas de uma maneira diferente nos novos episódios, e apenas quem leu os livros pode ter percebido.

Pensando nisso, o Canaltech listou 9 diferenças entre a temporada 2 da série da Netflix e o livro O Visconde que me Amava.

A temporada 2 é baseada no livro O Visconde que me Amava (Imagem: Divulgação/Netflix)

9. O primeiro encontro de Kate e Anthony

Em Bridgerton, Kate Sharma (Simone Ashley) e Anthony Bridgerton (Jonathan Bailey) se encontram pela primeira vez quando se esbarram, ela sobre o cavalo e ele caminhando. Já no livro, eles se veem em uma quarta-feira à noite no Hartside Ball. Enquanto Anthony não fazia ideia de quem Kate era, ela já o conhecia, inclusive a sua reputação.

8. Eloise Bridgerton e a sociedade

Na nova temporada da série, Eloise Bridgerton (Claudia Jesse) decide participar pela primeira vez da apresentação para a sociedade, fazendo companhia à Edwina Sharma (Charithra Chandran). No livro, porém, esse momento acontece de uma forma diferente. Na história original, ela ainda não começou a ser apresentada à sociedade para conseguir um marido, mas participa dos eventos ao lado da mãe e seus irmãos.

7. A identidade de Lady Whistledown

No segundo livro, ainda não se sabe quem está por trás da identidade de Lady Whistledown, ao contrário da série. Bridgerton já nos mostrou que a fofoqueira é Penelope Featherington (Nicola Coughlan) e, na nova temporada, vemos como ela se comporta diante dos acontecimentos que irá noticiar, como ser uma pessoa que não chama atenção a favorece nisso e como é o processo de escrita e impressão dos folhetins.

Na nova temporada, já sabemos quem é a Lady Whistledown (Imagem: Divulgação/Netflix)

6. Triângulo amoroso

Na segunda temporada de Bridgerton, Edwina, Anthony e Kate praticamente vivem um triângulo amoroso. Nele, Edwina está prestes a se casar com Anthony e até diz que o ama, enquanto ele e Kate estão apaixonados e não sabem o que fazer com o sentimento.

No livro, a relação de Edwina com Anthony não é profunda como é mostrada na série, e eles não chegam a ter qualquer tipo de relacionamento. As irmãs, na história original, também não brigam sobre a reviravolta de sentimentos, como aparece na produção de Shonda Rhimes. Outra diferença importante de destacar é que, felizmente, Edwina não tem 17 anos na série, como acontece no livro de Julia Quinn, uma vez que Anthony beira os 30.

5. Picada de abelha

Assim como na série, Kate Sharma é picada por uma abelha quando está com Anthony. Na segunda temporada, vemos que o rapaz fica traumatizado com o que aconteceu com o pai e entra em pânico com a picada na amada.

A diferença, então, é que no livro Anthony tenta sugar o veneno da abelha com a própria boca. Porém, a picada aconteceu no seio de Kate, e eles são flagrados nessa posição comprometedora.

4. Morte de Edmund Bridgerton

A morte trágica de Edmund Bridgerton realmente aconteceu após uma picada de abelha, mas de uma forma diferente. Na série, Anthony estava passeando com o pai quando o acidente aconteceu, presenciando uma morte lenta e dolorosa.

Já no livro, Anthony não estava com o pai e só descobriu da morte depois. Isso acontece quando jovem volta para casa e encontra a irmã Daphne, na época com apenas 10 anos, chorando no chão pela perda.

A morte de Edmund foi ainda mais dolorosa para Anthony na série (Imagem: Divulgação/Netflix)

3. Medo de trovão

No meio da temporada 2 de Bridgerton vemos que Kate tem medo de trovão e, por isso, passa uma noite sem conseguir dormir. Para tentar se acalmar, ela levanta e passeia pela casa e até se encontra com Anthony. No livro, o medo é muito mais intenso.

Na história original de Julia Quinn, o medo de trovão sentido por Kate é paralisante e ela mal consegue mover seus músculos. Segundo a personagem, esse problema é a sua maior fraqueza por sempre atrapalhar seus planos.

2. Acidente de Kate

Quando a série está chegando a seus episódios finais, Kate sofre um acidente de cavalo enquanto corria na chuva com o animal, bate a cabeça e fica à beira da morte, deixando Anthony desolado.

No livro, o mesmo acontece, mas um pouco diferente: Kate estava em uma carruagem que passa por cima de uma pedra e tomba. Felizmente, ela se recupera nas duas situações.

1. Casamento

Kate e Anthony se casam somente no final da série, enquanto no livro isso acontece ainda na metade da história. Na segunda metade do livro, então, os leitores conferem como está a vida de casado dos dois, o que talvez veremos somente na terceira temporada.

Você já pode assistir à segunda temporada de Bridgerton na Netflix.

Fonte: BuzzFeed

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.