Com PS5 em falta, Sony vai investir na fabricação de PS4

Com PS5 em falta, Sony vai investir na fabricação de PS4

Por Felipe Goldenboy | Editado por Bruna Penilhas | 12 de Janeiro de 2022 às 12h30
Divulgação/Sony, Montagem/Felipe Goldenboy

Encontrar um PlayStation 5 no varejo é tarefa quase impossível: com a crise mundial de semicondutores, a produção do novo console está limitada. Por isso, a Sony continuará fabricando o console da geração anterior, o PlayStation 4, em 2022.

As informações são do site Bloomberg. Segundo a reportagem, a Sony havia planejado encerrar a produção do PS4 no fim de 2021, mas a situação atual do mercado a obrigou adiar esse plano para 2022.

Lançado em 2013, PlayStation 4 continuará sendo a "carta na manga" da Sony (Foto: Divulgação/Sony)

A empresa deve produzir cerca de um milhão de unidades de PS4 para ajudar a compensar a falta de PS5 — o número pode ser ajustado conforme a demanda. Isso acontece porque o console anterior usa chips menos avançados do que o atual, tornando-o uma alternativa mais prática e econômica para a empresa.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Um porta-voz da Sony confirmou a informação, dizendo que o PS4 “é um dos consoles mais vendidos de todos os tempos, e sempre há um cruzamento entre gerações”. Porém, em 2019, o chefe da divisão PlayStation, Jim Ryan, disse em uma entrevista que o objetivo da Sony seria fazer essa transição entre gerações o mais rápido possível.

“À medida que avançamos para a próxima geração em 2020, uma das nossas tarefas — provavelmente a nossa principal tarefa — será pegar essa comunidade e fazer a transição do PlayStation 4 para o PlayStation 5, em uma escala e ritmo que nunca entregamos antes.”

Você sabe o que é PS5? Nunca vi, nem comi, eu só ouço falar! 🎵 (Foto: Dennis Cortés/Unsplash)

Não podemos deixar de citar a pandemia de covid-19. O número de pessoas doentes e de óbitos, além do isolamento social, fez com que a indústria de games atrasasse seus principais lançamentos; ao mesmo tempo, a demanda por entretenimento cresceu. A falta de componentes básicos para a fabricação de hardware piorou esse cenário.

Resultado: é muito difícil encontrar um PS5 à venda — e quando alguém o encontra em lojas não oficiais, costuma ser por um preço absurdo. Nas varejistas oficiais, as unidades do console são liberadas esporadicamente para venda, mas esgotam em questão de minutos.

Indústria de games passa por dificuldades, incluindo a Microsoft

Não à toa, a Sony disponibiliza para os assinantes do PlayStation Plus um pacote chamado PlayStation Plus Collection. O benefício oferece 18 títulos de PS4 aos donos de PS5, sem custo adicional, como God of War, The Last of Us: Remastered, Uncharted 4: A Thief’s End, entre outros. É uma maneira de manter os usuários da nova geração entretidos enquanto a Sony (e o mercado de games) passam por dificuldades.

A Microsoft, principal concorrente da Sony nos games, também passa por dificuldades com a produção dos seus novos consoles, o Xbox Series X e o Xbox Series S. Em outubro de 2021, o chefe da divisão de jogos, Phil Spencer, afirmou que os aparelhos continuarão escassos neste ano.

Fonte: BloombergGamesIndustry

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.