Xbox One sem Kinect começará a ser vendido em junho por US$ 399

Por Redação | 13 de Maio de 2014 às 13h12
photo_camera Divulgação

A Microsoft acaba de anunciar uma novidade que deve agradar aos usuários que ainda não compraram um Xbox One por causa do Kinect. Segundo o chefe da divisão, Phil Spencer, o console será vendido sem o acessório a partir de junho por US$ 399, mesmo preço de seu principal concorrente, o PlayStation 4, da Sony. As informações foram publicadas nesta terça-feira (13) no blog oficial da marca.

"Desde o início, temos nos focado na entrega de grandes jogos e experiências de entretenimento para você. Sua opinião é importante para nós e molda os produtos e serviços que construímos", disse Spencer. "Seus comentários foram decisivos na criação do Xbox One, lançado em novembro, e nas atualizações mensais que temos disponibilizado desde então. Hoje, estamos animados em compartilhar que o seu feedback está impactando os produtos que construímos", completou.

A versão do Xbox One sem o Kinect será vendida a partir do dia 9 de junho em todos os países onde o console já está disponível, o que, na prática, deve incluir o Brasil. Além disso, foi confirmada a notícia de que aplicativos de streaming que antes só eram acessados através de uma assinatura Gold na Xbox LIVE, como Netflix e Hulu, agora poderão ser utilizados por todos os usuários, independente do plano de assinatura. Leia mais aqui.

Outra novidade para os donos da "caixa" é a chegada do Games With Gold, serviço que oferece mensalmente dois jogos gratuitos para quem possui uma assinatura Gold. A plataforma começa a operar no console em junho com os títulos Max: The Curse of Brotherhood e Halo: Spartan Assault. No mesmo mês, assinantes Gold do Xbox 360 receberam os games Dark Souls, Charlie Murder e Super Street Fighter IV: Arcade Edition.

O executivo da Microsoft também disse que o Kinect será vendido separadamente, mas que uma data específica para que isso aconteça será revelada nos próximos meses - possivelmente na E3 2014, em junho. O bundle do Xbox One + Kinect continuará sendo vendido pelos mesmos US$ 499. Spencer ainda promete que as funções do sensor de movimentos, como os controles de gesto e voz, serão aprimoradas, já que 80% dos jogadores fazem uso do acessório.

Vale lembrar que, em fevereiro, a companhia havia descartado lançar uma versão do console sem o sensor e que o lançamento de um pacote do tipo estava previsto apenas para o ano que vem. Parece que, no final das contas, a empresa mudou sua estratégia, principalmente agora que Phil Spencer está no comando da divisão.

"A Microsoft colocou um gamer no comando do Xbox", disse o executivo assim que assumiu o comando da marca na corporação. Na época, ele garantiu que a união de estúdios de desenvolvimento de jogos, serviços online, opções de entretenimento e a arquitetura do próprio console vai facilitar a comunicação e possibilitar que mais inovação chegue às mãos dos jogadores. Além disso, citou a possibilidade de levar a plataforma além do videogame, com o Xbox estando presente também nos computadores, tablets e smartphones.

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.