Novo Galaxy Z? Samsung registra patente de celular que dobra em duas direções

Novo Galaxy Z? Samsung registra patente de celular que dobra em duas direções

Por Lupa Charleaux | Editado por Wallace Moté | 11 de Fevereiro de 2022 às 08h15
LetsGoDigital

A Samsung segue trabalhando em novos conceitos de dispositivos com display dobráveis. Após a patente de um notebook “multidobrável”, a marca sul-coreana apresentou um novo projeto de smartphone com dobras na horizontal e na vertical.

Em julho de 2021, a Samsung registrou a patente de um “dispositivo eletrônico dobrável” na Organização Mundial de Propriedade Intelectual (WIPO). Nesta quinta-feira (10), um documento de 57 páginas com detalhes do projeto foi divulgado pelo órgão.

Em destaque, o produto tem articulações que permitem dobrar o display tanto verticalmente quanto horizontalmente. Assim, o design único do aparelho oferece diversas possibilidades de uso.

Desenhos encontrados na patente do futuro celular multidobrável da Samsung (Imagem: Reprodução/LetsGoDigital)

Celular All-In-One

Conforme a patente, o telefone desdobrado é maior que a tela de 7,6 polegadas do Galaxy Z Fold 3. Permitindo dobrar o display para o lado de fora, a dobra vertical está posicionada mais para o canto esquerdo do painel e deixa a parte direita com espaço maior.

Dessa maneira, o lado esquerdo da tela do dispositivo pode se estender parcialmente até a parte traseira, permitindo que a câmera tripla traseira seja usada mesmo quando o aparelho estiver dobrado para usar os sensores principais para selfies.

O mesmo celular ainda tem uma dobradiça horizontal, permitindo dobrar o aparelho em duas partes iguais para o lado de dentro como um livro. Além de proteger a tela, é possível transformar o aparelho em um pequeno notebook com o painel inferior servindo de teclado virtual.

Assim, a nova patente da Samsung propõe um dispositivo versátil com traços de um “all-in-one”. Com suporte à S Pen, o modelo oferece uma tela grande de tablet que se transforma em celular com display duplo frente e verso ou um pequeno notebook.

Outros desafios a frente

Como cita o LetsGoDigital, a patente do celular “multidobrável” da Samsung possui algumas possíveis desvantagens. A principal são os vincos de dobras do dispositivo que podem atrapalhar a experiência do usuário.

Por exemplo, o Galaxy Z Fold 3 e Galaxy Z Flip 3 apresentam painéis com os pontos das dobras bem visíveis. Então, a sul-coreana teria que resolver essa questão se quiser oferecer um smartphone com duas linhas de dobra cruzando o display.

O Oppo Find N conseguiu driblar esse problema ao adotar uma tela Ultra-Thin Glass com espessura menor fabricada pela própria Samsung. Além disso, o celular tem uma dobradiça similar à usada pela Motorola no Razr 5G, que mantém as duas partes do painel mais próximas quando fechado.

A expectativa é que a Samsung apresente uma solução para evitar os vincos nos painéis do Galaxy Z Fold e Z Flip 4, previstos para chegar ao mercado em meados deste ano. Por outro lado, o projeto do celular multidobrável ainda pode demorar vários anos para sair do papel.

Fonte: LetsGoDigital (1,2)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.