Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Spin-off de John Wick é adiado em um ano por não estar bom o suficiente

Por| 22 de Fevereiro de 2024 às 09h35

Link copiado!

Reprodução/MGM
Reprodução/MGM

Quem esperava voltar ao universo caótico de John Wick ainda em 2024 vai ter que esperar um pouco mais para vestir o terno à prova de balas. O filme Ballerina, que mostraria outro lado da corporação de assassinos e que seria estrelado por Ana de Armas, foi adiado para 2025. E a razão para isso não poderia ser mais preocupante: ao que parece, o longa não estava tão interessante e intenso quanto se esperava. 

Previsto para chegar aos cinemas na metade de 2024, a produção foi jogada para o dia 6 de junho de 2025. E, de acordo com o site Deadline, essa demora de quase um ano vai acontecer porque a Lionsgate parece não estar satisfeita com a qualidade das cenas de ação e, por isso, pediu para que o diretor Len Wiseman grave novas sequências para aumentar a intensidade do filme. 

Continua após a publicidade

Para isso, o cineasta vai contar com a ajuda de Chad Stahelski, diretor responsável pela franquia principal de John Wick. A expectativa do estúdio é que Stahelski use seu conhecimento não apenas do universo do personagem, mas também sua experiência como coordenador de dublês para dar a Ballerina a potência que se espera de um spin-off da saga.

Por um lado, é interessante pensar que essa parceria pode dar ao novo filme uma unidade maior em relação à saga, já que compartilham tanto o mesmo universo quanto a mesma mente criativa por trás de tudo. Porém, ao mesmo tempo, não deixa de ser preocupante que um filme cujo DNA é a ação desenfreada tenha que ser adiado porque não estava tão empolgante.

Em relação à história, pouco foi divulgado. O longa deve mostrar uma bailarina e assassina que parte em uma jornada em busca de vingança pela morte de sua família. O filme deve se passar entre John Wick 3 e John Wick 4: Baba Yaga, trazendo participações especiais de Keanu Reeves, Ian McShane (Deuses Americanos) e Lance Reddick (Percy Jackson e os Olimpianos).

Continua após a publicidade

Sai Ballerina, entra O Corvo

Com o adiamento de Ballerina, a Lionsgate precisou mexer no seu calendário de estreias. Assim, para preencher a lacuna que surgiu, o estúdio optou por antecipar o remake de O Corvo, estrelado por Bill Skarsgård (It: A Coisa 2). Com isso, a reimaginação da HQ de James O’Barr chega aos cinemas no dia 7 de junho de 2024.

Embora seja uma adaptação de quadrinhos, o fato é que O Corvo é muito mais lembrado pela sua versão cinematográfica anterior. A história do homem que é assassinado com sua noiva às vésperas do casamento e que retorna como o espírito da vingança se tornou famosa por causa do longa de 1994, em que uma falha de segurança durante as gravações resultou na morte do ator Brandon Lee, filho do lendário Bruce Lee. O episódio se tornou um dos casos mais emblemáticos de acidente em filmagens de Hollywood.