Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Como Missão Impossível fez Hugh Jackman virar o Wolverine

Por| Editado por Jones Oliveira | 12 de Julho de 2023 às 19h20

Link copiado!

Reprodução/Paramount Pictures, Fox
Reprodução/Paramount Pictures, Fox

Hugh Jackman se tornou um astro em todo o mundo graças à sua interpretação como o mutante Wolverine em X-Men. Só que as coisas poderiam ser bem diferente se Missão Impossível 2 tivesse tido uma produção tranquila, sem acidentes e com Tom Cruise disposto a ajudar um colega.

Parece uma combinação sem muito sentido, mas alguns acontecimentos específicos mudaram a história e a carreira de dois atores, um que estava prestes a explodir em Hollywood e outro que só estava esperando por uma chance.

Continua após a publicidade

Isso porque Jackman não era a primeira escolha para viver o herói da Marvel e só foi escalado após alguns incidentes durante as gravações de Missão Impossível 2 abrirem o caminho para ele se tornar o intérprete definitivo de Logan e o rosto do personagem por toda uma geração. Enquanto isso, o verdadeiro escolhido para ser o Wolverine acabou se tornando apenas uma nota de rodapé na história do cinema.

A busca pelo Wolverine

A adaptação de X-Men para os cinemas passou por longos anos e diferentes equipes criativas que buscavam um meio de adaptar as histórias dos mutantes para a telona. Desde a década de 1980, circulavam rumores de diferentes atores que estariam envolvidos com o filme no papel do herói mais famoso do time, Wolverine.

Nomes como Bob Hoskins (Super Mario Bros) e o cantor Glen Danzig foram cogitados para versões que seriam filmadas no final daquela década, mas foi somente no final dos anos 1990 que as coisas evoluíram e o filme começou a sair do papel.

Dirigido por Bryan Singer, X-Men precisava de um Wolverine e a primeira opção do diretor era o ator australiano Russell Crowe, que já chamava atenção por seu estilo explosivo em filmes como Los Angeles: Cidade Proibida. Crowe recusou o papel, mas sugeriu outro ator australiano, que parecia uma boa escolha, mas foi vetado pelo estúdio por ser desconhecido. Guarde esta informação.

Singer partiu para sua segunda opção, o ator escocês Dougray Scott.Na época, ela começava a chamar atenção de Hollywood ao estrelar, ao lado de Drew Barrymore, o filme Para Sempre, Cinderela. O filme era um romance bonitinho, mas abriu as portas para produções maiores para o ator.

Continua após a publicidade

Como ambos os filmes eram da Fox, Scott foi escolhido para ser o Wolverine nos cinemas ao mesmo tempo que conseguiu o papel do vilão de Missão Impossível 2. Era a chance de trabalhar ao lado de Tom Cruise e com o diretor chinês John Woo, e depois ser um dos heróis mais famosos dos quadrinhos em sua primeira aparição nos cinemas. Tudo lindo, até o momento que não foi mais.

A Missão é impossível e vai aguentar até o final!

Os planos de Dougray Scott eram filmar Missão Impossível 2 já se preparando fisicamente para X-Men. Só que MI2 era um filme que demandava muito trabalho para as cenas de ação, com os atores realizando várias das acrobacias. Desde sempre, Tom Cruise era meio maluco, como a abertura do filme já deixava bem claro.

Continua após a publicidade

Em uma dessas cenas de ação, Scott machucou o seu joelho, algo que atrasou as filmagens, que já não estavam correndo tão rapidamente como esperado. Enquanto isso, a pré-produção do filme dos mutantes já estava acontecendo a todo vapor e o resto do elenco foi se formando.

Quando o escolhido para ser o Wolverine chegou e disse que estava recuperado, poderia gravar suas cenas e fazer os dois filmes ao mesmo tempo, Tom Cruise entrou na jogada para dizer que as coisas não seriam bem assim.

Em uma entrevista ao Daily Telegraph, Dougray Scott revelou que, quando anunciou a possibilidade de seguir para trabalhar na adaptação da Marvel, Tom Cruise barrou o ator e disse que ele precisava concluir Missão Impossível 2 antes de seguir para seu próximo projeto.

Continua após a publicidade
“Eu falei que iria terminar, mas que também iria fazer o outro filme. Por algum motivo, ele disse que eu não podia. Ele era um cara poderoso. Outras pessoas estavam fazendo tudo para que isso fosse possível”.

Tom Cruise tinha que terminar o seu filme em que faz embaixadinha com uma arma e nada iria impedi-lo de fazer isso!

Foi então que Bryan Singer, sem um ator para ser o Wolverine e prestes a começar as filmagens, lembrou da indicação de Russell Crowe. Com o tempo acabando, foi mais fácil convencer a Fox a apostar em um completo desconhecido para o papel mais importante de uma nova franquia.

Continua após a publicidade

Hugh Jackman saiu da Austrália e foi direto para o set de filmagem de X-Men e o resto é história. O ator explodiu em popularidade e, inclusive, reprisará o papel de Wolverine em Deadpool 3, aparecendo pela primeira vez no universo Cinematográfico da Marvel (MCU, na sigla em inglês), e desta vez com o clássico uniforme amarelo. O próprio Dougray Scott disse que ficou feliz de ver que o Jackman teve sucesso no papel pois "ele é um cara adorável".

Já o azarado Scott, que poderia ter sumido completamente do mapa, fez um relativo sucesso com Missão Impossível 2 e seguiu sua carreira com papéis menores no cinema e na TV. Alguns ans mais tarde, ele teve mais uma oportunidade de interpretar um papel icônico do cinema. Ele fez alguns testes e se tornou um dos favoritos para substituir Pierce Brosnan como 007.

Continua após a publicidade

Parece que não deu muito certo.