Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

As Marvels | Filme tem a pior bilheteria em uma estreia do MCU

Por| Editado por Durval Ramos | 13 de Novembro de 2023 às 10h16

Link copiado!

Reprodução/Marvel Studios
Reprodução/Marvel Studios
Tudo sobre Marvel

Depois de uma campanha de marketing bem esquisita, que parecia que o Marvel Studios não estava confiante no lançamento do filme, As Marvels chegou aos cinemas no dia 9 de novembro com números bem decepcionantes. O filme acabou faturando bem abaixo do esperado pelas produções do estúdio e se tornou a menor bilheteria inicial do Universo Cinametográfico da Marvel (MCU, na sigla em inglês).

As Marvels arrecadou em seu fim de semana de estreia nos EUA a quantia de US$ 47 milhões, com uma bilheteria mundial de US$ 110,3 milhões. Isso coloca o longa no último lugar dos filmes do MCU, ficando atrás de títulos como O Incrível Hulk, Homem-Formiga, Capitão América: O Primeiro Vingador, Thor e Eternos.

Continua após a publicidade

Essa comparação é bem interessante, pois mostra bem o tamanho do problema. Os filmes do Hulk, Capitão América e Thor fazem parte do início do MCU, quanod a ideia de universo compartilhado ainda não tinha se popularizado e os filmes de super-heróis ainda eram nichos não tão rentáveis assim — o que torna a situação de As Marvels ainda mais delicada, pois estamos falando de uma estreia que carrega o nome da franquia e que chega no que deveria ser o auge da marca.

Da mesma forma, a comparação com Eternos também é bastante crítica. Não só porque o filme dos deuses da Marvel ser bastante divisivo entre o público, mas porque ele chegou aos cinemas ainda em um momento de pandemia, antes das vacinas e em um momento em que as pessoas estavam inseguras de sair de casa. E, mesmo assim, o longa rendeu mais do que o novo lançamento.

O curioso é que As Marvels é genuinamente melhor que esses filmes. Em nossa crítica, pontuamos justamente como ele acerta ao apostar no clima mais leve e no carisma de seus personagens, algo que remete direto ao começo do MCU e sua Era de Ouro. No entanto, dado os números iniciais, parece que isso não é mais o suficiente para conquistar o público.

Uma estreia ruim que vai além do filme

As Marvels deve receber todo tipo de crítica de uma parcela dos fãs por conta de seu trio de estrelas, Brie Larson, Iman Vellani e Teyonah Parris, mas o filme, que não é nem de longe o pior do MCU, pode indicar uma mudança em como as pessoas veem as produções da Marvel.

Depois do sucesso estrondoso de Vingadores Ultimato, o Marvel Studios parece não encontrar um jeito de lançar uma sequência sólida de sucessos, gastando cada vez mais para fazer filmes e séries que nem sempre trazem o retorno esperado.

Ainda é cedo para saber as reais consequências e motivos por trás disso, se é realmente uma queda na qualidade ou se as expectativas do estúdio e do público mudaram consideravelmente e isso faz parecer que qualquer coisa que não parece o filme mais rentável do mundo seja vista como um fracasso.

Continua após a publicidade

Vale lembrar que o Marvel Studios reorganizou algumas de suas estreias, criando um selo separado para histórias com escopo menor chamada Marvel Spotlight, além de ter adiado sua próxima grande estreia, Deadpool 3. É possível que a estreia bem abaixo do esperado de As Marvels mude alguns planos do estúdio (alguém realmente acredita no sucesso de uma produção como Jovens Vingadores?), mas isso só o tempo poderá nos dizer.

As Marvels segue em cartaz nos cinemas de todo o Brasil.