Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

5 motivos para COMPRAR o Volkswagen T-Cross Comfortline

Por| Editado por Jones Oliveira | 23 de Outubro de 2022 às 09h00

Link copiado!

Divulgação/Volkswagen
Divulgação/Volkswagen
Tudo sobre Volkswagen

O Volkswagen T-Cross é o SUV mais vendido do Brasil em 2022 e isso não é pouca coisa. O modelo compacto da montadora alemã soma, até o final do mês de setembro, 48.401 unidades emplacadas, em uma disputa ferrenha com modelos como Chevrolet Tracker, Jeep Compass e Hyundai Creta.

E ele tem méritos gritantes para essa liderança, que já chegou a ser "beliscada" no ano passado e retrasado. Trata-se de um carro gostoso de dirigir, com espaço acima do normal para o seu porte, motor eficiente e bom nível de equipamentos, sobretudo na versão Comfortline, a que vamos abordar nessa lista.

Separamos os melhores pontos positivos do SUV e listamos os cinco motivos para você comprar o Volkswagen T-Cross Comfortline.

Continua após a publicidade

5. Design

Houve um tempo em que os carros da Volkswagen eram criticados por serem todos iguais. Isso ficou no passado. Cada modelo da montadora alemã agora tem identidade própria e consegue cativar a todos com designs marcantes e atraentes, que exalam modernidade e, ao mesmo tempo, robustez, como um SUV deve ser.

No caso do T-Cross, a montadora tentou pegar o estilo "jipinho" e deixá-lo urbano, com linhas mais retas e detalhes cromados para trazer "urbanidade", por assim dizer. As rodas na versão Comfortline são de 17 polegadas e há faróis de neblina na dianteira. LED, apenas na traseira, com as lanternas.

4. Desempenho

O excelente motor 1.0 turbo de 128cv e 20,4 kgf/m de torque dá conta do recado no VW T-Cross Comfortline. O SUV é feito sobre a plataforma MQB, a mesma do VW Nivus e Polo, sendo assim, muda muito pouco em termos de dinâmica e peso, o que lhe confere um ótimo desempenho com esse propulsor.

Em nossos testes, o VW T-Cross fez um 0 a 100 km/h em 10,3 segundos, nada mal se considerarmos a categoria do veículo. O câmbio, é bom lembrar, é automático convencional de seis marchas e trabalha de modo aceitável no bólido.

Continua após a publicidade

3. Consumo

Outro ponto fortíssimo do VW T-Cross Comfortline é seu consumo. Em uma viagem longa de mais de 150km, chegamos a bater uma média de 11 km/l com etanol, sempre respeitando os limites de velocidade e andando em bom ritmo. Para um carro de mais de 1.200kg, é um feito e tanto.

Já na cidade, em nossos testes, a média ficou em torno dos 8 km/l, sempre com o combustível de cana.

Continua após a publicidade

2. Espaço interno

O VW T-Cross tem 4,19m de comprimento, mas sua distância entre-eixos é de 2,65m. Olhando de fora, ele parece um carro pequeno por dentro, mas quando adentramos na cabine, sobretudo na fileira traseira, somos surpreendidos com um excelente espaço interno.

A explicação é simples: o T-Cross tem a mesma distância entre-eixos do VW Virtus, referência no seu segmento quando pensamos em espaço. Com isso, o SUV, entre os compactos, é praticamente imbatível em conforto a bordo.

Continua após a publicidade

1. Pacote Tecnológico

A Volkswagen acertou em cheio ao disponibilizar para uma versão intermediária todos os itens presentes no Volkswagen T-Cross Comfortline. Na unidade avaliada pelo Canaltech, o SUV compacto estava equipado com alerta de colisão frontal com detecção de pedestres, frenagem automática de emergência, detector de fadiga, frenagem automática traseira em manobras, piloto automático adaptativo, chave presencial e retrovisor eletrocrômico interno.

Além disso, na versão ano/modelo 2023, o VW T-Cross Comfortline tem o opcional da central multimídia VW Play, uma das mais legais do mercado nacional. Com tela de mais de 10 polegadas e resolução HD, essa central tem armazenamento interno e pode rodar apps diretamente dela, desde que você espelhe a internet do seu celular.

Além disso, a Volkswagen disponibiliza uma loja de aplicativos completa, com programas otimizados para esse equipamento, como o iFood, Waze, Spotify, entre outros.