Publicidade

Qual é melhor: um motor 1.0 turbo ou um 2.0 aspirado?

Por| Editado por Jones Oliveira | 20 de Maio de 2023 às 09h00

Link copiado!

Divulgação/Hyundai
Divulgação/Hyundai

Comprar um carro novo, seja ele 0km, usado ou seminovo, demanda bastante tempo de pesquisa. Afinal, há muito o que decidir antes de escolher qual levar para a garagem. Uma das dúvidas mais comuns é a que diz respeito a qual motor é melhor: o 1.0 turbo ou o 2.0 aspirado?

Antes de entrar efetivamente no mérito da questão, é necessário diferenciar um motor turbo de um aspirado. O engenheiro Alfred Büchi, que patenteou a ideia do turbo na Suíça há mais de um século, definiu o propulsor como “uma máquina reciprocante, pela qual a energia dos gases expelidos pelo motor aumenta o fluxo da mistura ar-combustível”.

Em um português menos rebuscado, pode-se dizer que o motor turbo é o que utiliza, por meio de um turbocompressor, os gases despejados pelo escape, gerando assim mais pressão para dentro do motor.

Continua após a publicidade

O aspirado é o propulsor mais comumente encontrado nos carros de passeio, especialmente nos de modelos de entrada. Nesse tipo de motor, o ar é aspirado pelos movimentos dos pistões dentro da câmara de combustão. Para que o carro “ande mais” é preciso que haja um aumento no fluxo de ar e combustível circulando na câmara de combustão, e isso só ocorre com o aumento das cilindradas.

1.0 turbo x 2.0 aspirado: qual motor é melhor?

Chegou a hora de responder, de uma vez por todas, qual motor é melhor: o 1.0 turbo ou o 2.0 aspirado. Para isso, a reportagem do Canaltech consultou mais uma vez um especialista renomado: Fernando Batista, o Batistinha, piloto, preparador de motores e proprietário da BTS Performance.

Continua após a publicidade

Batistinha explicou que a análise sobre qual motor é o melhor entre os dois neste comparativo precisa ser feita sob diferentes prismas: eficiência, economia, torque e desempenho. E fez um alerta importante:

“Fala-se muito apenas em potência, mas o que todo mundo quer é torque. Potência é o que a fábrica declara, mas o que faz o carro ser gostoso de andar e ter aquela pegada de baixa é o torque, e o turbo ajuda muito nisso”.

Batistinha reforçou a importância do torque ao cravar que ele é o principal diferencial a favor do motor 1.0 turbo no comparativo com o 2.0 aspirado, mesmo que ambos os modelos de carro apresentem em suas fichas técnicas uma potência declarada idêntica.

Continua após a publicidade
“O motor turbo é mais eficiente. Por mais que você tenha o 1.0 turbo e o 2.0 aspirado com a mesma potência, o turbo apresenta mais torque. Nos padrões de hoje, o turbo também é mais eficiente na parte de economia. Você consegue andar com ele na fase aspirada, antes do turbo começar a gerar muita pressão, e ele será mais econômico que o 2.0. É mais eficiente, mais econômico, tem mais torque e o desempenho será muito semelhante”, concluiu.

Montadoras já migraram para o turbo

A adoção de motores turbo com uma litragem mais baixa que os tradicionais aspirados também vem se tornando tendência entre as montadoras. Em contato com a reportagem do Canaltech para explicar as diferenças entre motores 1.0, 2.0 e turbo, um porta-voz da General Motors explicou que até mesmo a identificação externa dos carros mudou:

Continua após a publicidade
“Se você pegar um carro 1.0 turbo hoje, terá um carro supereconômico e com desempenho igual ou superior a 1.0 ou 1.8. Se pegar um 1.2, ele já vai estar andando muito próximo a um 2.0. Antigamente a litragem do motor era algo importante e tinha destaque no carro. Hoje quase não existe mais esse tipo de identificação”.