Publicidade

Qual a diferença entre um motor aspirado e um turbo?

Por| Editado por Jones Oliveira | 25 de Março de 2023 às 09h00

Link copiado!

Mohammad Danish/Unsplash/CC
Mohammad Danish/Unsplash/CC

Quem está procurando por um carro para comprar hoje não pode mais olhar apenas cor, modelo e combustível. Um questionamento válido, apesar de muitas pessoas ainda não saberem disso, é sobre o tipo de motor sob o capô — turbo ou aspirado — e qual a diferença entre eles.

Antes de falar especificamente sobre o que diferencia um motor aspirado de um turbo, vale jogar por terra um mito que foi criado a respeito dos carros equipados com motores turbinados: o de que eles são mais “beberrões”, ou seja, consomem mais combustível do que um carro com motor aspirado.

A verdade é que o motor turbo queima o combustível de maneira mais eficiente para, assim, ter uma maior explosão e, desta forma, conseguir entregar melhores níveis de torque e potência ao motorista sem precisar, para isso, forçar o carro.

Continua após a publicidade

Em conversa com a reportagem do Canaltech, Fernando Baptista, o Batistinha, piloto, preparador de motores e proprietário da BTS Performance, afirmou que os carros com motor turbo “são o futuro”. De acordo com o especialista, eles oferecem diversas vantagens em relação aos aspirados:

“Para você ter uma ideia, o efeito downsize [diminuição do tamanho do motor] fez com que as montadoras partissem para cilindradas menores, com turbo. Isso faz o motor ser mais eficiente, não só na potência, mas também na parte de economia de combustível e em relação à poluição. É o futuro. Motor a combustão aspirado pode ter ronco e emoção, mas um menor, turbo, acaba sendo mais eficiente”.
Continua após a publicidade

O que é o motor turbo?

O conceito de motor turbo para carros é antigo, e nasceu em 1905, graças ao engenheiro Alfred Büchi, que patenteou sua ideia na Suíça. Segundo o inventor, um motor turbo é “uma máquina reciprocante, pela qual a energia dos gases expelidos pelo motor aumenta o fluxo da mistura ar-combustível”.

Em outras (e mais simples) palavras, o motor turbo é o que utiliza um turbocompressor (daí o nome) para usar a energia dos gases do escape, não aproveitados pelo motor aspirado, e comprimir o ar atmosférico. Ainda não entendeu? Batistinha simplificou o assunto ao Canaltech.

Continua após a publicidade

“O turbo reaproveita os gases do escapamento, gerando mais pressão para dentro do motor. Ele retorna isso, então o motor turbo acaba sendo muito mais eficiente do que o motor aspirado”, resumiu o especialista, já revelando qual a primeira e principal diferença entre os dois tipos de propulsor.

O que é o motor aspirado?

O motor aspirado, por sua vez, é o mais comum encontrado em carros de passeio. Ele “puxa” sua potência por meio da queima da mistura entre ar e combustível, que é naturalmente admitida pelo propulsor por meio da movimentação dos pistões.

Em outras palavras, neste tipo de motor, o ar é aspirado pelos movimentos dos pistões dentro da câmara de combustão. Para que o carro com este motor “ande mais”, é preciso que haja um aumento no fluxo de ar e combustível circulando na câmara de combustão, e isso só ocorre com o aumento das cilindradas.

Continua após a publicidade

Diferenças entre motor turbo e aspirado

Agora que já explicamos que a diferença primordial entre o motor turbo e o aspirado é a forma com que o ar chega aos cilindros de combustão, mostramos o que é um motor turbo e também falamos um pouquinho sobre o que é o aspirado, chegou a hora de elencar o que os diferencia, além do que já foi citado.

Para o especialista Batistinha, a principal diferença entre eles está no torque:

Continua após a publicidade
“A maior diferença entre turbo e aspirado é o torque. Um motor 1.0 turbo tem até mais torque que um 1.6 ou 1.8 aspirado. Em um carro moderno, com câmbio de 6, 7 ou 8 marchas, a montadora usa o torque, que vem trocando uma marcha atrás da outra. Isso faz com que um SUV médio, com motor pequeno turbo, ande igual a um mesmo modelo com motor bem maior, aspirado. Antigamente os SUVs eram todos V6 com 3.6 litros, 4 litros, mas agora é tudo 2.0, 1.8 turbo”.

A visão passada por Batistinha é bastante semelhante à emitida por um porta-voz da General Motors recentemente à reportagem do Canaltech. Questionado sobre vantagens e desvantagens de motores 1.0 e 2.0 aspirados contra os propulsores turbo, o representante da GM foi taxativo:

“Se você pegar um carro 1.0 turbo hoje, terá um carro supereconômico e com desempenho igual ou superior a 1.0 ou 1.8. Se pegar um 1.2, ele já vai estar andando muito próximo a um 2.0. Antigamente a litragem do motor era algo importante e tinha destaque no carro. Hoje quase não existe mais esse tipo de identificação”.
Continua após a publicidade

Além do torque e do desempenho melhores, há outros pontos que podem ser levantados como diferenças fundamentais entre um carro mais moderno, equipado com motor turbo, e um com motor aspirado.

  • Tecnologia: os motores turbos são mais modernos do que os aspirados e, por conta disso, também são mais caros;
  • Desempenho: como o próprio Batistinha adiantou, carros com motor turbo têm desempenho melhor do que os que possuem motor aspirado. Além disso, o modo de condução pode ser mais enérgico e agressivo, com trocas rápidas de marcha;
  • Manutenção: apesar de serem mais modernos, os motores a combustão demandam maior cuidado na manutenção do que os aspirados. Isso ocorre eles trabalham em temperaturas mais altas; então, é bom ficar atento principalmente às trocas de óleo;
  • Segurança: carros equipados com motor turbo tendem a oferecer mais segurança aos motoristas, especialmente nas ultrapassagens e retomadas, mesmo em baixas rotações, pois o tempo de resposta é bem mais rápido do que os que têm propulsor aspirado.