Publicidade

Preview Ford Ranger Raptor | Caminhonete mete medo e corre como um velociraptor

Por| Editado por Jones Oliveira | 11 de Dezembro de 2023 às 10h00

Link copiado!

Felipe Ribeiro/Canaltech
Felipe Ribeiro/Canaltech
Tudo sobre Ford

A Ford Ranger Raptor estreia no Brasil e praticamente inaugura o segmento de caminhonetes realmente esportivas em nosso mercado. Isso acontece porque mesmo que modelos como a RAM 1500 Rebel e a Toyota Hilux GR-Sport tenham certo apelo, é no modelo da fabricante norte-americana que temos um produto verdadeiramente construído pensando na performance.

Esqueça tudo o que você sabe sobre a Ford Ranger convencional por aqui. Suspensão, motor, sistemas eletrônicos, modos de condução, acabamento e até as capacidades off-road (isso aqui, principalmente) estão em outro patamar, com ajustes muito mais avançados e tecnológicos.

O Canaltech foi até o Campo de Provas da Ford, em Tatuí/SP, para experimentar a Ford Ranger Raptor em terrenos de estrada e fora de estrada, e vai te contar como foi a experiência e ver se a caminhonete honra o nome do famoso dinossauro.

Continua após a publicidade

Ford Ranger Raptor: primeiras impressões

A foto acima não engana. Foi complicado fazer o clique da Ford Ranger Raptor quando ela está despejando toda a sua potência. E foi fácil de entender toda a capacidade dessa caminhonete com poucas horas ao volante.

A Ranger Raptor é um carro completamente novo, com pouquíssimas coisas herdadas da versão "civil" da picape — talvez só o nome. Tudo aqui é pensado para trazer o máximo de esportividade, sobretudo no ambiente off-road, que é onde esse produto mais vai demonstrar do que é capaz.

Continua após a publicidade

Tratamos de acelerar a Ranger Raptor na pista de alta velocidade da Ford e fomos surpreendidos. O motor 3.0 V6 Biturbo de 397cv e 59,4 kgf/m de torque (a gasolina) funciona de maneira estranhamente lisa e o ganho de velocidade é fácil, mesmo com o peso de mais de duas toneladas da picape. Para sentir mais o propulsor fungando no seu cangote, ligamos o modo "Baja", que torna tudo mais divertido e sonoro.

A enorme reta que a Ford proporcionou para que acelerássemos esse carro com tudo permitiu que pudéssemos atingir os 180km/h com enorme facilidade e sem tremores ou sensação de insegurança. A construção do chassi, somado ao sistema de suspensão ativa funcionam a todo momento para que você consiga tirar tudo o que esse conjunto pode oferecer.

Continua após a publicidade

Nas curvas, mesmo sendo uma caminhonete alta e com pneu de 33 polegadas, tudo foi feito sem muita rolagem, algo que também surpreende. No trajeto off-road, por sua vez, a Ranger Raptor foi ainda mais empolgante, e tudo isso em alta velocidade. Geralmente, em testes de picapes 4x4, precisamos ser um pouco mais contidos, mas aqui não foi o caso.

Alcançamos altíssima velocidade também em trechos de terra, efetuando curvas e passando por terrenos bem oscilantes. De novo: a suspensão é a grande estrela por aqui, além dos pneus, que proporcionam enorme aderência, principalmente com o modo de condução certo para o momento.

Resta saber como será o uso da picape no dia a dia, mas, pelo menos quando a levamos ao limite, tudo pareceu muito natural e acompanhado de tecnologia. Hoje, o destino da tecnologia e da performance seguem o mesmo caminho.

Continua após a publicidade

O que esperar da picape esportiva?

A Ford já anunciou que o primeiro lote com 400 unidades da Ranger Raptor está esgotado e foi vendido em poucas horas. Isso mostra que há uma demanda por caminhonetes de performance no Brasil e este modelo, pelo menos por enquanto, será o único capaz de entregar desempenho de esportivo e capacidades off-road quase que inigualáveis no mercado nacional.

A Ford Ranger Raptor pode ser encomendada nos mais de 100 pontos de venda da Ford no Brasil por R$ 448.600.