Publicidade

Ford Ranger 2024 | 5 diferenças entre as versões do Brasil e EUA

Por| Editado por Jones Oliveira | 19 de Maio de 2023 às 09h00

Link copiado!

Felipe Ribeiro/ Canaltech
Felipe Ribeiro/ Canaltech
Tudo sobre Ford

O Canaltech já teve um primeiro contato com a novíssima Ford Ranger 2024 no campo de provas da Ford, em Tatuí/SP. De perto, percebemos que a picape evoluiu em termos de porte, detalhes estéticos e motorização, já que a nomenclatura "V6" estava escancarada na nossa cara.

Produzida na fábrica de Pacheco, na Argentina, que recebeu investimento bilionário para abrigar a nova geração, a caminhonete de porte médio já é uma das mais equipadas do mercado nacional atualmente e deve ser ainda mais em sua vindoura nova geração, que também vai chegar nos Estados Unidos e em outros mercados.

Continua após a publicidade

Entretanto, mesmo sendo basicamente a mesma picape em todas as praças em que será vendida, haverão mudanças de diferentes níveis em alguns desses mercados, como o brasileiro, que tem suas peculiaridades.

Com isso em mente, o Canaltech listou as cinco principais diferenças entre a Ford Ranger que será vendida nos EUA e a que chegará ao Brasil.

5. Nos EUA é mais barato

As picapes são os carros mais vendidos dos Estados Unidos, sobretudo os modelos grandes, como Ford F-150 e RAM 1500. As de porte médio, como a Ford Ranger, são bem mais baratas e podem ser considerados carros populares, já que custam entre US$ 30 mil (R$ 148 mil) e US$ 40 mil (R$ 197 mil). Aqui no Brasil, a nova geração deve partir de R$ 260 mil, podendo chegar a R$ 340 mil.

Continua após a publicidade

4. Nomes das versões

Assim como acontece com a F-150, a Ranger tem nomes diferentes para suas versões topo de linha. Nos EUA, a Lariat e a Raptor (com apelo esportivo), são as mais caras, enquanto aqui no Brasil não teremos a esportiva e a mais equipada seguirá sendo a Limited, como vimos na visita em Tatuí.

Continua após a publicidade

3. Acessórios

É comum nos EUA as montadoras oferecerem uma grande variedade de opções de personalização para as picapes, e com a Ford Ranger não será diferente. Por lá, acessórios voltados ao off-road e também para o reboque de trailers devem estar disponíveis.

2. Nada de Ranger Raptor

Continua após a publicidade

Em conversa com o Canaltech, Rogélio Golfarb, vice-presidente da Ford para a América do Sul, garantiu que a empresa não vai fabricar o modelo Raptor em Pacheco e que, tampouco, vai trazê-lo para a região. Vale lembrar que a Ranger Raptor será uma novidade da nova geração nos EUA, uma vez que somente a F-150 tinha essa opção.

1. Motores

Conforme já antecipamos, a nova Ford Ranger terá uma grande novidade no mercado brasileiro: o motor 3.0 turbodiesel V6. Não sabemos, ainda, os dados técnicos, mas é possível que se aproxime dos 250cv e passe dos 60 kgf/m de torque.

Continua após a publicidade

Nos EUA, a picape não terá uma versão a diesel, mas sim a gasolina, com três diferentes propulsores: 2.3 EcoBoost de 274 cv e 42,8 kgm de torque, V6 2.7 EcoBoost de 319 cv e 55,3 kgfm e V6 3.0 Ecoboost de 410 cv e 59,4 kgfm (este último para a Raptor).