Lightyear One, carro elétrico solar holandês, recebe aporte de R$ 600 milhões

Lightyear One, carro elétrico solar holandês, recebe aporte de R$ 600 milhões

Por Paulo Amaral | Editado por Jones Oliveira | 05 de Outubro de 2021 às 08h10
Lightyear

O Lightyear One, carro elétrico que recentemente superou o Tesla Model 3 Long Range e estabeleceu um novo recorde de autonomia, rodando 710 quilômetros com uma única carga, chamou a atenção dos investidores. Segundo comunicado oficial da marca, a empresa recebeu um aporte de US$ 110 milhões (R$ 596 milhões) vindo de duas frentes.

Os responsáveis pela injeção de dinheiro no projeto foram a seguradora Cooperation DELA e o empresário Joop van Caldenborgh, ambos da Holanda, mesmo país da montadora. Lex Hoefsloot, CEO e cofundador da Lightyear, agradeceu a confiança dos investidores e confirmou que o carro elétrico que é carregado por energia solar chegará ao mercado em 2022:

“Estamos na vanguarda de uma oportunidade histórica de mercado, ao apresentar os primeiros carros do mercado que carregam sua bateria diretamente do sol, de forma totalmente gratuita. Graças à confiança e ao financiamento recebido de nossos investidores, podemos crescer ainda mais como uma empresa e trazer nosso modelo exclusivo Lightyear One ao mercado em 2022. Somos muito gratos pelo apoio de todos os nossos investidores e felizes em receber mais para nossa jornada e missão de criar um futuro mais sustentável”.

Expansão gradual

O aporte de quase R$ 600 milhões, como adiantou Lex Hoefsloot, servirá não apenas para confirmar a chegada do Lightyear One ao mercado em 2022, mas para impulsionar a produção em massa do modelo a partir de 2024. Em um primeiro momento, segundo a marca, estão previstas apenas 946 unidades. Elas serão produzidas pela Valmet Automotiva e custarão cerca de US$ 150 mil (R$ 812 mil, na cotação atual) cada.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Parte do montante recebido também servirá para a empresa abrir novos escritórios, tanto na Holanda, sede atual da montadora, quanto na Alemanha e no Reino Unido. Os primeiros modelos produzidos do Lightyear One serão vendidos nos países da União Europeia, além de Noruega e Suíça, nações que não fazem mais parte do bloco.

Mais sobre o Lightyear One

Imagem: Divulgação/Lightyear

O modelo que recebeu o aporte milionário, para quem ainda não viu nada a respeito, é equipado com cinco painéis solares instalados sobre o teto e capô, que lhe conferem uma autonomia extra de 12 quilômetros a cada hora percorrida. Ele tem quatro motores elétricos e tração nas quatro rodas, com vetorização de torque avançada.

De acordo com a marca, o design do Lightyear One permite que ele atinja um coeficiente de arrasto recorde (Cd) de menos de 0,20: "É o cinco lugares mais aerodinâmico até hoje, incluindo 780 litros de espaço de armazenamento". A aceleração, embora não seja o ponto que mais chama a atenção no modelo, não faz feio, e promete fazer o carro elétrico ir de 0 a 100 km/h em pouco menos de 10 segundos.

Fonte: Inside EVs, Lightyear

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.