JAC Motors vai trazer para o Brasil sedã elétrico que faz mais de 600km

JAC Motors vai trazer para o Brasil sedã elétrico que faz mais de 600km

Por Felipe Ribeiro | Editado por Jones Oliveira | 11 de Agosto de 2021 às 10h45
Divulgação/JAC Motors

A JAC Motors vai ampliar ainda mais sua linha de carros elétricos no Brasil. Após lançar o SUV médio E-JS4 e confirmar a chegada do subcompacto E-JS1, a fabricante chinesa anunciou que vai trazer o sedã iC5 para o país no ano que vem. O modelo é fruto de uma parceria com a Volkswagen, que já rende resultados importantes em sua praça de origem e promete ajudar os negócios da marca em nosso mercado.

Ainda sem confirmar se o sedã terá o mesmo nome no Brasil, a JAC, representada pelo Grupo SHC no país, revela que o produto tinha tudo para chegar por aqui ainda em 2021, mas problemas com o cronograma impediram seu lançamento. De todo modo, segundo o grupo, o automóvel já está em processo de homologação, que deve ser concluído em breve.

Entre os destaques desse modelo está seu generoso espaço interno, que conta com 2,76m de entre-eixos, e a autonomia, que está acima da média dos modelos comercializados por aqui. Segundo a JAC Motors, o sedã poderá andar até 530 quilômetros em circuito misto de cidade e estrada, ou até 660km se o motorista tiver um modo de condução mais sereno, sem ultrapassar os 60 km/h.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Além da autonomia, o iC5 será equipado com um motor elétrico de 193cv de potência e 34,7 kgf/m de torque, que fazem com que ele vá de 0 a 100 km/h em 7,6 segundos, números superiores a sedãs a combustão presentes no mercado brasileiro, como o Honda Civic Touring e o Toyota Corolla, os maiores nomes desse segmento. Para efeito de comparação, os números são parecidos com o recém-lançado E-JS4.

A divulgação do preço deve ficar para uma data mais próxima ao lançamento, mas, com base no carro que é vendido na China, a conversão direta fica em R$ 121,4 mil. Nosso palpite, porém, é que o preço seja na casa dos R$ 250 mil, o que colocaria o sedã em grau de competição com modelos como o Renault Zoe, Nissan Leaf e Chevrolet Bolt.

Fonte: Inside EVs

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.