Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

5 motivos para comprar o JAC E-JS1

Por| Editado por Jones Oliveira | 26 de Março de 2022 às 09h30

Link copiado!

Divulgação/JAC Motors
Divulgação/JAC Motors

O Canaltechesteve presente no lançamento do JAC E-JS1, apresentado ao mercado em setembro de 2021 como o carro elétrico mais barato do Brasil. Pouco depois, passou uma semana ao volante do surpreendente modelo chinês.

À bordo do subcompacto, pudemos experimentar como é, efetivamente, andar por aí com um carro mais amigo da natureza, além de detectar com mais clareza os pontos positivos e negativos do modelo.

Pensando nisso, listamos hoje os 5 motivos para você comprar o JAC E-JS1 e levá-lo para casa.

Continua após a publicidade

5. “Falso” pequeno

Quem olha para o JAC E-JS1 por fora, e não se aproxima do carro elétrico chinês (algo difícil, pois ele chama a atenção), certamente pensa que motorista e passageiros sofrem com o espaço interno. Ledo engano.

O JAC E-JS1 é o “falso pequeno”, ou seja, apesar das dimensões serem modestas (3,650m de comprimento, 1,67m de largura e 1,49m de altura), ele é muito bem aproveitado e oferece um bom espaço tanto para o motorista quanto para 3 passageiros, no máximo, para o conforto não ser prejudicado.

Claro que ele é um pouco mais apertado e deixa um espaço menor para as pernas de quem se senta no banco traseiro, mas nada que uma puxadinha leve no assento do motorista (ou do passageiro) para a frente não resolva.

4. Agilidade

O motor do JAC E-JS1 também vai surpreender quem estiver disposto a testar o carro elétrico da montadora chinesa. Ele oferece ao condutor 45 kW, equivalentes a 62 cv. Segundo a marca, ele acelera de 0 a 100 km/h em apenas 10,7 segundos.

Parece pouco, mas é suficiente para empurrar seus 1.180 kg, principalmente pelo torque instantâneo de 15,3 kgfm, que deixou muitos carrões para trás nas saídas dos faróis enquanto esteve com a reportagem.

Continua após a publicidade

3. Pacote de acessórios

O terceiro entre os 5 motivos para comprar o JAC E-JS1 é o pacote de acessórios. Ele conta com partida no botão, ar-condicional digital, cluster digital no painel, central multimídia de 10,25 polegadas sensível ao toque. Ela não oferece pareamento com Apple Carplay e Android Auto, mas tem um aplicativo próprio que permite o espelhamento da tela do celular.

Além disso, o carro elétrico mais barato do Brasil, que em março de 2022 custa R$ 164.900 no site da montadora, também oferece aos donos freio de estacionamento eletrônico, função auto-hold, câmbio automático com alavanca de trocas no volante e até carregador de celular por indução. Um pacote de respeito, não é mesmo?

Continua após a publicidade

2. Design

Assim como ocorreu quando a reportagem testou' o E-JS4 e seu “irmão” a combustão, o T60 Plus Turbo, o E-JS1 chamou muito a atenção de outros motoristas e de pedestres por onde passou. E não apenas pela cor, bastante "extravagante", vamos dizer assim.

O design do E-JS1 é, sem querer ser pejorativo, “fofo”. As linhas, algumas herdadas do iEV 20, elétrico construído em cima da plataforma do J2, casam perfeitamente com os traços similares aos do Volkswagen ID.3, modelo que também já tivemos o privilégio de testar. As cores diferentes, claro, também encantam e atraem olhares.

Continua após a publicidade

1. Economia

O último dos 5 motivos para comprar o JAC E-JS1 é o mais básico quando se fala de carros elétricos, mas, nem por isso, deixa de ser real ou importante: a economia. Equipado com uma bateria de 30,2 kWh, o subcompacto roda até 302 quilômetros com uma única carga e, por isso, é ideal para uso urbano.

E quanto gasta o E-JS1 para rodar? Segundo as contas apresentadas por Sergio Habib, presidente da JAC, ele é capaz de rodar até 100 quilômetros com o consumo equivalente a 1 único litro de gasolina. Ou seja: para “encher o tanque” do E-JS1, o dono gastaria, no máximo, três litros de combustível, ou R$ 21 (considerando o litro da gasolina a R$ 7). Isso é que é um bom motivo, né?

Continua após a publicidade