Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

BYD vende mais que a Tesla, mas lucra muito menos

Por| Editado por Jones Oliveira | 11 de Abril de 2024 às 17h05

Link copiado!

Divulgação/BYD
Divulgação/BYD

A BYD deixou a Tesla para trás e se tornou a fabricante que mais vende carros elétricos no mundo. Mesmo assim, a montadora chinesa tem um lucro bem menor que a marca de propriedade do bilionário Elon Musk. E por que isso acontece?

Segundo dados divulgados pela consultoria Late Finance, apesar de vender um número bem maior de carros elétricos que a Tesla, a BYD recebe “limpo”, por carro, muito menos dinheiro que a concorrente.

O ganho médio da BYD a cada carro vendido é de 9.000 yuans, equivalente a R$ 6.200. Enquanto isso, a Tesla coloca em seus cofres 56.000 yuans limpos, algo em torno de R$ 40 mil. Ou seja: a marca estadunidense lucra quase 7 vezes mais que a chinesa por carro comercializado.

Continua após a publicidade

A diferença abissal entre os lucros da BYD e da Tesla por unidade vendida, a princípio, não parece ser encarada como um problema pela marca chinesa. Basta observar, por exemplo, os investimentos projetados para o Brasil, que em breve se tornará o primeiro país fora da Ásia a ter uma fábrica da marca. A BYD prometeu aportar R$ 5 bilhões no setor e está negociando a compra de maior mineradora de lítio nacional.

Volume x Lucro

Apesar de ganhar menos por carro vendido do que a Tesla, o lucro da montadora chinesa em 2023 foi exorbitante, passando de US$ 2,3 bilhões para US$ 4,2 bilhões. A explicação para isso pode ser resumida em uma palavra: volume.

A BYD tem focado boa parte de sua atenção em carros elétricos mais baratos e acessíveis, como o Dolphin e o Dolphin Mini, que mal chegou e já é o carro elétrico mais vendido do Brasil. A Tesla, por sua vez, chegou a flertar com o setor, mas acabou engavetando os planos de colocar um elétrico popular no mercado.

O resultado dessas estratégias antagônicas é bem claro: a BYD vendeu um total de 2.706.075 carros na China entre janeiro e dezembro de 2023, enquanto a Tesla comercializou 603.664. Dessa forma, o lucro médio por carro vendido da BYD pode até ser menor, mas a fatia do mercado é inversamente proporcional a favor da marca chinesa.