Publicidade

BYD Dolphin "explode" em vendas e puxa preço dos elétricos de entrada para baixo

Por| Editado por Jones Oliveira | 06 de Julho de 2023 às 09h07

Link copiado!

Divulgação/BYD
Divulgação/BYD

Lançado oficialmente no Brasil no último dia 28, o BYD Dolphin já começou a provocar um efeito dominó que, no fim das contas, será benéfico não somente para a fabricante chinesa de carros elétricos, mas para o consumidor final.

O preço competitivo do compacto da BYD, que chegou por R$ 149.800 ao país, fez as outras montadoras repensarem suas estratégias em relação à precificação dos carros elétricos de entrada.

A JAC Motors, que não vende mais carros a combustão no Brasil, e tem em seu portfólio elétrico um rival direto do Dolphin, foi a primeira a se manifestar e a contra-atacar a BYD.

Continua após a publicidade

Poucos dias após a chegada do “Golfinho” ao país, a JAC anunciou que o E-JS1, subcompacto já testado pelo Canaltech, teve seu preço reduzido em R$ 6 mil. O modelo passou de R$ 145.990 para R$ 139.990 em sua versão básica (há também a EXT, aventureira, que ainda custa R$ 164.900).

A tendência foi seguida pela Caoa Chery, que tirou R$ 20 mil do preço do iCar e recolocou o carro como o elétrico mais barato do Brasil, agora vendido por R$ 129.990. A próxima deve ser a Renault, que ainda pede R$ 149.900 pelo seu representante do segmento, o Kwid E-Tech, mas deve revisar o valor para não ser engolida pelo "Golfinho" da BYD.

Continua após a publicidade

BYD Dolphin vendeu mais do que rivais somados

O desempenho do BYD em seus primeiros dias de Brasil é surpreendente. Segundo apuração dos nossos colegas do Inside EVs, mais de 1.000 unidades do compacto chinês já foram vendidas em menos de uma semana.

Desse total, 711 foram comercializadas entre o dia do lançamento (28/06) e 1º de julho. O impressionante é que, durante todo o mês de junho, os demais modelos de carros 100% elétricos à venda no país registraram somente 610 emplacamentos, 101 a menos que o Dolphin alcançou sozinho.

Os números da BYD fora do Brasil também seguem em alta. Segundo o relatório mais recente da montadora, as vendas globais em junho de 2023 estabeleceram um recorde, com um total de 251.685 unidades comercializadas, alta de 88% no comparativo com o mesmo mês do ano anterior.

Continua após a publicidade

*Com informações: Inside EVs