Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Review Porsche Carrera 911 S | Um ícone que merece ser eterno

Por| Editado por Jones Oliveira | 29 de Janeiro de 2023 às 09h00

Link copiado!

Review Porsche Carrera 911 S | Um ícone que merece ser eterno
Review Porsche Carrera 911 S | Um ícone que merece ser eterno

A reportagem do Canaltech já havia tido a honra de passar algum tempo ao volante de excelentes modelos da Porsche, marca de superesportivos alemães que é o sonho de consumo de 10 entre 10 crianças e adolescentes apaixonados por velocidade. Andamos no Taycan 4S, 100% elétrico (inclusive na pista), no Panamera híbrido e no Macan. Faltava, no entanto, acelerar um ícone: o Carrera 911 S. Agora não falta mais.

A reportagem foi convidada pela montadora a passar alguns dias ao volante de um dos carros mais tradicionais do mercado premium e, claro, não deixou escapar a chance de fazer parte desta história. Mesmo por um curto período, deu para aproveitar ao máximo cada segundo desta verdadeira obra-prima sobre rodas.

Continua após a publicidade

Desde o primeiro contato, apenas visual, o motivo pelo qual o 911 Carrera S arrasa corações fica evidente. O design do superesportivo alemão impressiona. E apaixona. E o coração bate ainda mais acelerado ao virar a chave (que fica do lado esquerdo do painel, como de praxe nos carros da Porsche) e ouvir o ronco do motor boxer biturbo 3.0 de 6 cilindros, 450 cavalos de potência e 54 kgfm de torque.

Conectividade e Segurança

Nem só de potência vive o Porsche 911 Carrera S. O ícone da marca alemã também ficou mais conectado e mais seguro com o passar dos anos. A versão testada pela reportagem do Canaltech, ano/modelo 2021/2022, contava com um pacote de muito respeito.

Além do sistema de áudio assinado pela BOSE, capaz de causar inveja até mesmo aos melhores home theaters caseiros, o carro estava equipado com Homelink, central multimídia compatível com Apple CarPlay, Porsche Entry & Drive, volante multifuncional, sistema start-stop, controle de largada, cluster digital, ajuste eletrônico de suspensão via central multimídia e entradas USB.

A ausência mais sentida durante a experiência foi o espelhamento com Android Auto, algo que certamente deixará os usuários do sistema um pouco chateados, mas que já havia sido detectado em testes com outros carros da marca. Isso, no entanto, é mero detalhe em se tratando de um carro de tanta magnitude.

Em termos de segurança, o Porsche 911 Carrera S oferece sistema de frenagem de emergência, modo de condução para pistas molhadas (Wet Mode), espelhos retrovisores anti ofuscantes, alerta de colisão, sensor de estacionamento, airbags, direção assistida, faróis com acendimento automático e muito mais.

Continua após a publicidade

Conforto e Experiência de uso

O ponto alto de ter a oportunidade, ou melhor, a honra de dirigir o Porsche 911 Carrera S foi justamente o fato de sentar-se no cockpit (sim, não é´um banco comum, mas similar ao de um carro de corrida), girar a chave e, efetivamente, acelerar o motor de 450 cavalos pelas ruas, avenidas e, claro, rodovias paulistanas.

Em ambiente controlado, foi possível sentir um gostinho de tudo o que o Porsche pode oferecer ao condutor, até mesmo no modo de condução normal. Basta girar o botão seletor para Sport ou Sport+, porém, para que a condução, que já era emocionante, se torne uma aventura inesquecível.

O ronco do motor chama a atenção de quem passa ao lado, a pé ou em outros carros, e a tentação de acelerar forte só não é superada pela cautela que a profissão (e as leis de trânsito) exigem. Segurar o Porsche dentro da velocidade limite foi uma dura missão, mas cumprida à risca durante toda a confecção deste review.

Continua após a publicidade

Rodar com o Porsche em velocidades baixas, e no modo de condução normal, também é extremamente prazeroso. O carro é equilibrado e roda suave, se o condutor assim desejar. E quanto mais devagar o carro está, mais é possível ouvir o inconfundível ronco do motor V6, o que torna a missão de avaliar o Porsche 911 Carrera S uma espécie de Big Brother particular.

O uso do esportivo nas ruas e nas estradas rendeu momentos de puro prazer, apesar de o espaço para um motorista de estatura elevada (como no caso deste repórter) ser um pouquinho desconfortável. Porém, como dizia o velho ditado, “prefiro me sentir desconfortável dentro de um Porsche do que à vontade andando a pé).

Continua após a publicidade

Dito isso, a missão de conduzir o Porsche foi extremamente prazerosa, facilitada pelos 450 cavalos de potência e pelo torque de 54 kgfm, capazes de levar o carro de 0 a 100 km/h em apenas 3,7 segundos, e de atingir 308 km/h de velocidade máxima.

Em termos de consumo de combustível, os números apontaram algo em torno de 8,5 km/l em perímetro misto, claro, com gasolina no tanque de 64 litros. Rendimento excelente, considerando-se toda a potência que é despejada a cada pisada no acelerador.

Design e Acabamento

Um Porsche é um Porsche, com o perdão da redundância. E o 911 Carrera S não foge à regra. O design do superesportivo alemão não deixa dúvidas de que se trata de um ícone, e que continua sendo um dos carros mais desejados do mundo mesmo após muitos anos de vida.

Continua após a publicidade

A lendária silhueta do modelo sofreu pouquíssimas alterações, mesmo após a mudança para a plataforma MMB. A grade traseira agora tem linhas verticais, e os faróis e lanternas são em LED, assim como a faixa que liga os acessórios na parte traseira do carro. As maçanetas escamoteáveis só “aparecem” quando o carro é destravado, e se “escondem” quando a trava é acionada.

Por dentro, o luxo segue dando o tom, mas na medida certa. O capricho no acabamento dos bancos, portas e painéis é digno de elogios, assim como a qualidade dos materiais utilizados pela marca alemã. O adjetivo “premium” pode ser utilizado sem medo para definir cada detalhe do Porsche 911 Carrera S, desde os bancos em couro até o console em black piano.

Concorrentes

Continua após a publicidade

Um ícone como o Porsche 911 Carrera S tem dificuldades para encontrar concorrentes à altura. Os que mais se assemelham no Brasil e podem entrar na briga por um lugar no coração de quem está à procura de um superesportivo para ocupar a garagem também têm origem alemã.

Estamos falando do Audi R8, equipado com motor V10, e da Mercedes-AMG SLS. Cada um deles tem atributos suficientes para te convencer que ele é o melhor e, portanto, merece ir para sua casa.

Dos três, o Audi é o que tem, no comparativo com a variante testada do Porsche, maior velocidade máxima e melhor aceleração. Claro, também é o que custa mais caro, cerca de R$ 200 mil a mais do que o esportivo que avaliamos. Todos, porém, sem exceção, são para um público bastante seleto, que tem no poder de compra sua maior arma.

Continua após a publicidade

Veredicto: 911 S é um ícone imortal

O Porsche 911 Carrera S testado pela reportagem custa a partir de R$ 1.068.020, segundo a tabela Fipe de setembro de 2022. E, apesar do alto preço, o superesportivo alemão vale, sim, o investimento, caso você se enquadre na parcela da população que tem condições de arcar com um carro deste porte.

Continua após a publicidade

Além de ter em mãos um verdadeiro ícone da história automotiva, o dono de um Porsche 911 Carrera S certamente irá colecionar aventuras, histórias para contar e, claro, olhares de admiração por onde passar. E todo mundo gosta de ser admirado, não é mesmo?

*O Porsche 911 Carrera S utilizada para este review foi gentilmente cedida ao Canaltechpela Porsche do Brasil.