Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Review Nissan Versa 2024 | Um sedan de roupa nova, mas com velhos problemas

Por| Editado por Jones Oliveira | 30 de Julho de 2023 às 09h30

Link copiado!

Review Nissan Versa 2024 | Um sedan de roupa nova, mas com velhos problemas
Review Nissan Versa 2024 | Um sedan de roupa nova, mas com velhos problemas

O Nissan Versa 2024 trouxe para o Brasil em sua 4ª geração um visual mais agressivo, com uma nova grade V-motion que deu ao sedan compacto a pegada esportiva que até hoje o irmão menor do Sentra ainda não havia conseguido emplacar.

Eu passei um tempo com o novo Versa 2024 para fazer este review e avaliar em quais pontos ele evoluiu em relação à versão anterior, também já testada por mim. E constatei que, embora tenha ficado bem mais bonito e equipado, alguns problemas permaneceram.

O principal deles diz respeito ao consumo de combustível. Embora a Nissan tenha afirmado que as novas calibrações do conjunto mecânico foram feitas para aumentar a eficiência do Versa em baixas rotações, os números apresentados durante os testes não foram tão animadores assim.

Continua após a publicidade

Conectividade e Segurança

O pacote de conectividade e segurança do Nissan Versa 2024, assim como na versão anterior, é bastante satisfatório. Embora incomode por ainda não oferecer espelhamento sem fio de tela do smartphone na central com Apple CarPlay e Android Auto, os recursos estão melhores.

A central multimídia da versão topo de linha, Exclusive, cresceu e agora é de 8 polegadas. O GPS nativo segue dando conta do recado e a usabilidade, se não é perfeita, também não dificulta a execução dos comandos.

Ficou mais fácil digitar o destino na tela ou encontrar a fonte desejada para executar sua música preferida, esteja ela no smartphone ou no pendrive.

Continua após a publicidade

Uma boa novidade da nova versão do sedan compacto é o aviso luminoso de carregamento por indução do smartphone. A luzinha amarela indica que o aparelho está posicionado corretamente e recebendo carga. Um detalhe pequeno, mas bem bacana.

O Versa 2024 também incorporou um console central com apoio de braço e entrada USB-C, detalhe aparentemente pequeno, mas que ajuda tanto no campo do conforto quanto no da conectividade.

No quesito segurança, mais uma vez consegui notar na prática a importância e a utilidade dos recursos presentes no pacote Nissan Safety Shield. A missão de “proteger, reagir e monitorar” fica clara com o monitoramento de ponto cego (BSW) e o alerta de tráfego cruzado traseiro (RTCA). Esse, aliás, me ajudou a não ser “atropelado” por um ciclista ao realizar uma manobra no estacionamento do parque da cidade, em Jundiaí.

Continua após a publicidade

A versão topo de linha do Versa ainda oferece como novidades o assistente de frenagem de emergência (FEB) e o alerta de colisão frontal (FCW), além da visão inteligente em 360º com detector de objetos em movimento, também bastante útil e que trabalha em conjunto com o alerta de tráfego cruzado.

Conforto e Experiência de uso

O conforto oferecido pelo Nissan Versa 2024 manteve o padrão da antiga geração do sedan compacto e apresentou algumas melhorias. A tecnologia Zero Gravity aplicada aos bancos, tanto dianteiros quanto traseiros, elevou o nível de conforto para os ocupantes.

Continua após a publicidade

O Nissan Versa 2024 não cansa ao volante, seja no trânsito pesado, seja em viagens mais longas. A posição de dirigir também é bem confortável, e a ergonomia, mesmo para um motorista com a minha estatura (1,87 metros) é merecedora de elogios.

O isolamento acústico, porém, não evoluiu como o esperado. Se ao testar a variante 2023 o barulho vindo do porta-malas incomodou bastante, no Nissan Versa 2024 confesso ter ficado um pouco decepcionado com a “invasão” do som do motor na cabine.

Não foram poucas as situações em que o “grito” do propulsor flex 1.6 aspirado, que oferece até 113cv de potência e 15,3 kgf/m de torque (com etanol), causou incômodo, especialmente quando precisei acelerar mais forte para vencer uma ladeira mais íngreme ou ultrapassar um carro na estrada.

Continua após a publicidade

Outro ponto que poderia ter melhorado um pouco mais na nova geração diz respeito ao consumo de combustível. Se em 2023 o Versa registrou em nossos testes médias entre 6,4 km/l e 7,7 km/l (cidade e estrada), a variante mais nova passou para 7,4 km/l e 8,8 km/l respectivamente, sempre abastecido com etanol. Uma leve evolução, mas ainda abaixo dos números oficiais do Inmetro (7,92 km/l na cidade e 10,23 km/l em rodovias).

Apesar do consumo um pouco alto, em termos de dirigibilidade não há o que reclamar do Nissan Versa 2024. O carro segue com o comportamento dinâmico bastante interessante, apresenta respostas rápidas nas saídas e retomadas e rolagem mínima da carroceria nas curvas mais acentuadas. A suspensão é bem ajustada e também colabora para uma condução suave e segura, sem sustos para o motorista.

Design e Acabamento

Continua após a publicidade

O Nissan Versa 2024 ficou mais bonito por fora e por dentro. O design externo apresenta como destaques a nova grade V-motion, o para-choque redesenhado, os faróis full LED e o novo logo da marca, tanto na dianteira quanto na traseira.

As rodas de liga-leve de 17 polegadas da versão topo de linha, que calçam pneus 205/50, também estão mais bonitas, com acabamento diamantado. As linhas da nova versão deram ao Versa 2024 um visual mais agressivo, mas sem exageros, como um bom carro japonês.

O design interno também mereceu mais atenção na linha 2024 do sedan compacto da Nissan. O acabamento em duas cores dos bancos e painéis (preto e azul ou preto e cinza) deu um toque de modernidade ao compacto.

Continua após a publicidade

A Nissan também privilegiou uma boa área do painel com material sensível ao toque em detrimento do uso de plástico duro. Essa leve alteração pode reduzir sensivelmente o nível de barulho com o passar do tempo de uso do carro. O Versa 2024 é, sem dúvida, um sedan compacto muito bem construído.

Concorrentes

O sonho de se aproximar do Chevrolet Onix Plus, incontestável líder em vendas do segmento dos sedans no Brasil, ainda está muito distante para o Nissan Versa. Por isso, os principais concorrentes do modelo são justamente os outros japoneses compactos à venda no Brasil: Honda City e Toyota Yaris.

Continua após a publicidade

As mudanças incorporadas à geração 2024 do modelo da Nissan mostraram que o carro pode melhorar suas vendas, hoje ainda modestas no país. O Versa vendeu apenas 842 unidades em junho de 2023, mas o número de emplacamentos deve subir agora que a nova geração chegou às lojas.

Vale pontuar que os dois principais rivais do Nissan Versa 2024 custam, em julho de 2023, em suas versões topo de linha, R$ 137 mil (City) e R$ 125,5 mil (Yaris sedan). O Versa, por sua vez, sai por R$ 126,5 mil na variante idêntica à que testei para este review para o Canaltech.

Continua após a publicidade

Nissan Versa 2024: Vale a pena?

Depois de passar cerca de uma semana de posse do Nissan Versa 2024 e colocar o sedan compacto japonês à prova, a conclusão é bastante direta: sim, vale a pena comprar o carro, especialmente se você estiver em dúvida entre esse modelo e os rivais diretos.

O Nissan Versa 2024 oferece conjunto mecânico bem parecido com o dos concorrentes, mas ficou com um visual mais atraente, além de entregar um pacote de conectividade e segurança mais completo.

Quem busca por um sedan confiável e não tem condições de investir mais alto para levar um modelo um pouco maior, como o Nissan Sentra, para a garagem (preços a partir de R$ 149,9 mil), pode apostar que o Versa, apesar do consumo de combustível ainda não ser o ideal, muito por conta do conjunto mecânico “cansado”, pode cumprir bem o seu papel.

Continua após a publicidade

O Nissan Versa 2024 utilizado para este review foi gentilmente cedido à reportagem do Canaltechpela Nissan Brasil.