DJI Mini 2 sobrevive a visita ao vulcão de La Palma e gera imagens incríveis

DJI Mini 2 sobrevive a visita ao vulcão de La Palma e gera imagens incríveis

Por Eduardo Moncken | Editado por Wallace Moté | 29 de Outubro de 2021 às 18h40
Sunsets Sweden/YouTube

Talvez você saiba que um vulcão em La Palma, nas Ilhas Canárias, está em erupção há inacreditáveis cinco semanas. Esse seria um fenômeno difícil de cobrir in-loco não fosse a tecnologia, que com os drones torna possível a obtenção de imagens do entorno do parque natural de Cumbre Vieja.

O corajoso responsável pelo canal Sunsets Sweden no YouTube “pilotou” seu DJI Mini 2 até lá, e as imagens são impressionantes. O drone mostrou o caos no vulcão pelos melhores ângulos possíveis, e isso sem derreter no processo ou sair minimamente danificado — e certamente não precisaríamos nem dizer como a área deve estar quente, o que potencialmente pode danificar a operação de alguns eletrônicos.

Por ironia do destino ou não, o DJI Mini 2 falhou no seu retorno. Mas calma: ele não caiu no vulcão de La Palma ou teve circuitos danificados. Sua bateria apenas acabou no meio do trajeto para casa. Com isso, ele ficou agarrado em uma árvore.

O lado positivo desse contratempo é que o dono do drone precisou se aventurar para o resgate, e conseguiu mostrar o acúmulo geral de cinzas que o vulcão já provocou. Claro, a área encontrava-se minimamente segura para que ele recuperasse o aparelho.

Pouca autonomia

O acidente envolvendo o DJI Mini 2 pode não ter sido mero descuido do usuário: apesar dos avanços, drones consomem muita energia para os voos e gravações. O modelo compacto da marca chinesa, inclusive, tem uma autonomia de 31 minutos, o que entre ida e volta do local de gravação pode te dar poucos minutos de registros aproveitáveis.

Por outro lado, o modelo tem velocidade de até 16 m/s, pode ser operado a uma distância de até 10 km e grava vídeos em resolução até 4K a 30 fps, mesmo contando com dimensões de apenas 245 × 289 × 56 mm e peso de 249 gramas.

Se você está curioso para saber o porquê de vulcões como o de Cumbre Vieja voltam à atividade após tantas décadas de inatividade, aqui está uma explicação.

Fonte: YouTube, Drone DJ

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.