Publicidade

WhatsApp agora permite pagar compras direto no app no Brasil

Por| 11 de Abril de 2023 às 13h22

Link copiado!

Rubens Eishima/Canaltech
Rubens Eishima/Canaltech
Tudo sobre WhatsApp

O WhatsApp agora permite que você pague por compras feitas no próprio app, completando assim a experiência comercial no serviço que já conta com catálogo em contas comerciais. A novidade foi anunciada pelo CEO da Meta, Mark Zuckerberg, em postagem feita no Facebook.

“As pessoas no Brasil poderão pagar negócios locais direto em uma conversa do WhatsApp”, escreveu o executivo. “Vamos disponibilizar este recurso para mais comerciantes nos próximos meses”, completou.

Continua após a publicidade

Em comunicado, o WhatsApp destacou que a novidade deve trazer mais praticidade ao público brasileiro.

“Essa experiência de finalização de compra integrada e segura será um divisor de águas para pessoas e pequenas empresas que desejam comprar e vender no WhatsApp sem precisar acessar sites, abrir outros apps ou pagar pessoalmente”, celebrou a companhia. Estamos implementando esse recurso hoje para algumas empresas, e, nos próximos meses, ele estará disponível para muitas outras”, completou.

A empresa informa que comerciantes que disponibilizarem pagamento via mensageiro podem ainda vincular uma financeira parceira, como Cielo, Mercado Pago ou Rede, para processar os pagamentos.

Continua após a publicidade

Como se trata de um recurso em expansão, e pelo que fica claro pelas mensagens de Zuckerberg e do WhatsApp, pagar compras pelo aplicativo ainda está disponível a um número restrito de estabelecimentos. É provável que essa informação seja divulgada pelos próprios comerciantes quando o cliente entra em contato com eles.

Consultado pelo Canaltech, o WhatsApp informou que não cobra taxas pelas transações realizadas pelo aplicativo. Como ocorre com qualquer tipo de pagamento (em lojas físicas ou virtuais), taxas aplicadas a comerciantes podem ser cobradas pelas empresas que processam os pagamentos e os valores podem variar conforme a companhia.

"O WhatsApp não cobra taxas dos consumidores e/ou das empresas pelo uso do serviço de pagamentos. Seguindo a prática de mercado, os adquirentes cobram uma taxa das empresas, cada um seguindo sua própria estratégia", informou a representação brasileira do mensageiro.

Pagamentos pelo WhatsApp

Continua após a publicidade

A opção de pagamentos via WhatsApp enfrentou alguns enroscos no Brasil desde que foi anunciado, em 2020. Pouco tempo depois de sua chegada, o WhatsApp Pay foi suspenso pelo Banco Central (BC) e pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) — o BC liberaria o serviço apenas em março de 2021, com sua reestreia oficial em maio daquele ano.

Em março de 2023, o Banco Central liberaria o WhatsApp Pay para pagamentos com cartões de crédito e débito, outra vitória do recurso e do aplicativo que tem quase 150 milhões de usuários no Brasil, segundo o Statista. Uma pesquisa de 2022 apontou que o Zap é o app onde o brasileiro mais gasta tempo e outro levantamento, este de 2020, indicou que o aplicativo está presente em praticamente todos os celulares do país. Tudo isso dá uma dimensão do potencial de vendas pelo WhatsApp.

A opção de pagar por compras feitas pelo WhatsApp complementa outro recurso interessante do aplicativo, que é a opção de encontrar lojas próximas direto pelo mensageiro. As “Páginas Amarelas” do Zap chegaram aqui em 2021.