Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Quais bancos, operadoras e apps participam do Celular Seguro

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 21 de Dezembro de 2023 às 12h09

Link copiado!

Reprodução/Celular Seguro
Reprodução/Celular Seguro

O Celular Seguro é um aplicativo do Governo Federal usado para bloquear aparelhos roubados. O usuário pode vincular o número do telefone ao CPF e restringir o acesso a todas as funções básicas do dispositivo em caso de perda, furto ou roubo. 

Android e iOS já oferecem funções nativas para inutilizar um celular perdido, mas o Celular Seguro tem um diferencial: a plataforma é integrada com uma série de bancos, instituições financeiras, operadoras de telefonia e aplicativos. Assim, a plataforma se comunica com estes serviços para bloquear apps de banco e outras plataformas importantes instalados no telefone. 

Bancos, apps e operadoras parceiros do Celular Seguro

Continua após a publicidade

Durante o lançamento da plataforma, o Ministério de Justiça e Segurança Pública divulgou uma série de instituições parceiras que ajudam com o bloqueio. Veja quais são:

Bancos e instituições financeiras

As plataformas bloqueiam o acesso ao aplicativo com as respectivas contas desde o lançamento do app:

  • Banco do Brasil
  • Banco Inter
  • Banco Pan
  • Banco Safra
  • Bradesco
  • BTG Pactual
  • Caixa Econômica Federal
  • Febraban - Federação Brasileira de Bancos
  • Itaú
  • Santander
  • Sicoob
  • Sicredi
  • XP Investimentos
Continua após a publicidade

Operadoras de telefonia

As empresas já conseguem bloquear o IMEI do aparelho desde o lançamento do app e uma função para bloquear a linha telefônica está prevista para chegar em fevereiro:

  • Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações)
  • ABR
  • Algar
  • Conexis Brasil Digital
  • Claro
  • Ligga
  • Tim
  • Vivo

Apps e serviços

Continua após a publicidade

As seguintes empresas também podem suspender o acesso a contas a partir do bloqueio do celular:

  • Abinee - Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica
  • 99 Táxi
  • Ifood
  • Google
  • Uber
  • Zetta

Como usar o Celular Seguro

O aplicativo funciona após vincular um aparelho de telefone celular ao CPF da pessoa, usado no login do portal Gov.br. O usuário pode efetuar o bloqueio do smartphone a partir da versão do Celular Seguro para PC ou cadastrar contatos de confiança que também podem fazer o pedido.

Continua após a publicidade

No caso de furto ou roubo, é possível acessar a plataforma e registrar uma ocorrência por lá. A medida bloqueia o IMEI, que funciona como o número de identificação do telefone, e ainda suspende o acesso a contas bancárias e outros apps — como se o dispositivo fosse inutilizado para o invasor, que não pode mais acessar dados sensíveis da vítima.

Para cadastrar um aparelho, siga estes passos:

  1. Acesse o Celular Seguro (Android | iOS);
  2. Entre com a conta Gov.br;
  3. Aceite os termos de uso;
  4. Selecione “Registrar telefone”;
  5. Insira os dados do aparelho vinculado ao CPF;
  6. Selecione “Pessoas de confiança”;
  7. Insira os dados de uma pessoa habilitada para realizar o bloqueio.
Continua após a publicidade

Para bloquear o celular, siga estes passos:

  1. Abra o Celular Seguro no celular de uma pessoa de confiança ou pelo navegador;
  2. Selecione “Registrar ocorrência”;
  3. Insira os dados;
  4. Toque em “Emitir”.

Além de pedir pelo bloqueio, é recomendável fazer um BO digital para ajudar na investigação do furto ou roubo. Caso você recupere o aparelho, precisa entrar em contato com as operadoras de telefonia e bancos para desbloqueá-lo.