Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Menu do Microsoft Edge está 42% mais rápido após mudança na arquitetura

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 29 de Maio de 2024 às 11h51

Link copiado!

Divulgação/Microsoft
Divulgação/Microsoft
Tudo sobre Microsoft

O Microsoft Edge já possui acesso nativo à IA Copilot, além de opções de compra e conexão com a plataforma 365 da empresa de Redmond. Agora, a MS quer aprimorar o aplicativo e oferecer uma experiência e interface mais convidativas. Tudo começa a partir do menu “Conceitos básicos do navegador” (Browser Essentials, em inglês) que garante tornar o programa mais rápido do que antes.

Mais velocidade para conferir o desempenho do Edge

Ao clicar no botão que lembra batimentos cardíacos na barra de ferramentas do Edge, você abre o menu que apresenta informações como o desempenho do navegador e de guias abertas, a opção de ativar o modo de eficiência e dados sobre a segurança do aplicativo nos últimos 30 dias. O processo de selecionar a opção e conferir o conteúdo é quase instantâneo, mas a Microsoft decidiu acelerar ainda mais.

Continua após a publicidade

A empresa migrou a arquitetura do menu para a chamada WebUI 2.0 e, segundo a marca, faz com que o Conceitos Básicos do Navegador fique 42% mais rápido em comparação às versões anteriores do Edge e 76% mais veloz do que computadores que não usam SSDs ou têm menos de 8 GB de RAM — o menu de favoritos também ficou 40% mais rápido.

Ainda de acordo com a Microsoft, outras funções do navegador vão receber o mesmo tratamento em um futuro próximo, isso inclui o histórico, a opção para ver os downloads e a carteira.

Edge mantém a terceira posição entre os navegadores

Em fevereiro deste ano, a plataforma de dados Statcounter apresentou uma lista com os navegadores mais usados no Brasil. No PC, o Microsoft Edge ficou na terceira posição com 9,89% dos computadores do país, atrás apenas do Opera com 10,22% e do Google Chrome com 72,04% da preferência dos usuários. 

Já nos celulares, o Edge sofre muito mais, já que amarga a quinta posição com apenas 0,26%. O app é derrotado pelo Opera com 0,6%, Samsung Internet com 4,19%, Safari da Apple com 15,58% e pelo Chrome com presença em 78,64% dos telefones dos brasileiros.