Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Discord lança recursos de IA baseados no ChatGPT

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 09 de Março de 2023 às 18h25

Link copiado!

Alveni Lisboa/Canaltech
Alveni Lisboa/Canaltech

O Discord é o mais novo aplicativo a trazer soluções de inteligência artificial para o usuário. O software de comunicação pretende oferecer um conjunto de melhorias focadas no usuário, em moderação e para expandir o uso de IA de maneira utilitária.

O bot Clyde vai oferecer suporte à tecnologia por trás do ChatGPT, o que permitirá conversas humanizadas e a execução de tarefas. O robô já existe atualmente para oferecer ajuda ao usuário, mas agora ganhará uma tag AI verde para indicar a reformulação.

Continua após a publicidade

Para interagir, é só digitar o comando @Clyde em um servidor e iniciar o bate-papo nos canais suportados. O bot pode recomendar listas de reprodução, exibir GIFs e até usar emojis nas respostas como uma pessoa faria.

A experiência de IA será disponibilizada inicialmente para um pequeno grupo de servidores a partir da próxima semana. Você poderá papear, sem limitação, com o Clyde, fazer brincadeiras ou até pedir para criar conteúdos.

Resumos de conversas

Continua após a publicidade

A tecnologia também deve produzir resumos de conversas de forma automática. O recurso agrupará fluxos de mensagens em tópicos para facilitar o acompanhamento ou a participação em assuntos de seu interesse.

Quando isso for liberado na sua conta, você verá um painel no lado direito da tela com os assuntos separados. Somente servidores autorizados pelos admins terão suporte aos resumos de IA, então isso não deve depender do usuário.

Moderação automatizada por IA

Continua após a publicidade

As ferramentas de moderação AutoMod também devem aproveitar o poder de processamento do modelo de linguagem inteligente. O robô também deve intervir quando o admin digitar um comando errado ou para realizar tarefas no seu lugar — aquelas feitas com o uso da barra (/).

A máquina também será capaz de encontrar e alertar os moderadores quando uma regra do servidor for quebrada. Isso deve ocorrer a partir da compreensão do contexto de conversas e, obviamente, do aprendizado das normas.

O AutoMod AI começa a ser liberado ainda hoje para um número limitado de servidores, e os contemplados devem receber um convite para experimentar a ferramenta e dar feedback para o Discord.

Criação de avatares com IA

Continua após a publicidade

Além das já mencionadas experiências, o Discord também pretende inserir uma ferramenta de criação de avatares a partir de IAs generativas de imagem. Chamada Avatar Remix, a tecnologia deve funcionar de modo semelhante ao DALL-E e Midjourney para que as pessoas possam criar suas próprias representações virtuais a partir de texto.

Para quem não quer brincar sozinho com a IA, o app vai oferecer uma espécie de espaço virtual compartilhado para colaboração. Assim, você poderá criar imagens em conjunto com duas ou mais pessoas. Será possível também usar ferramentas de desenho à mão livre ou baseada na tela do usuário para apresentações.

Incubadora de projetos de IA

Continua após a publicidade

Por fim, a companhia pretende lançar uma espécie de incubadora de projetos para quem quiser dar propósitos criativos para a IA do Discord. A ideia é investir até US$ 5 milhões (cerca de R$ 25 milhões, na cotação atual) para financiar desenvolvedores independentes e startups que desenvolveram soluções para a plataforma.

Quem for selecionado para o programa vai receber dinheiro, treinamento com desenvolvedores do Discord e acesso antecipado a recursos exclusivos. Ainda não está claro como será feita a seleção nem quando se iniciará, mas os interessados já podem se candidatar no site do programa.

Além do Discord, o Snapchat também já implementou uma IA de conversa para seus usuários. O Slack foi outra ferramenta interessada em dar um toque de produtividade de IA para suas soluções corporativas. Essas duas foram soluções baseadas na tecnologia GPT, da OpenAI, que começou a ser comercializada recentemente para empresas.