Apple ameaça remover Airbnb da App Store por causa da comissão de 30%; entenda

Por Rubens Eishima | 28 de Julho de 2020 às 17h45

Uma reportagem do The New York Times revelou que a Apple estaria ameaçando remover aplicativos como o Airbnb da App Store. O motivo estaria na venda de serviços que driblam o pagamento da comissão cobrada pela Apple de 30% sobre as vendas feitas nos apps.

A matéria cita o caso das experiências oferecidas pelo Airbnb, que passaram a incluir aulas e sessões virtuais, além das versões físicas vendidas pela plataforma anteriormente. Outro aplicativo mencionado foi o ClassPass, que de sessões de ginástica em academias começou a vender aulas online com o fechamento dos estabelecimentos devido à COVID-19.

As empresas responsáveis pelos apps teriam mencionado a pressão exercida pela Apple a um comitê legislativo nos EUA que investiga o controle da empresa na App Store. Uma investigação semelhante foi iniciada pela Comissão Europeia no mês passado.

Experiências virtuais do Airbnb estão na mira [dos advogados] da Apple (imagem: Airbnb)

O argumento usado pela Apple para cobrar sua taxa é que ela é aplicada a todos os outros serviços oferecidos, desde o lançamento da loja de aplicativos. Caso as empresas não se enquadrem na cobrança, a fabricante do iPhone ameaça remover os apps da sua plataforma.

Ao contrário da justificativa dada pela Apple, porém, a própria empresa já admitiu que alguns serviços estão dispensados da taxa, desde que adotem outros recursos oferecidos por ela.

Fonte: The New York Times

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.