5 dicas para usar o Snapchat de forma segura

Por Redação
photo_camera Divulgação

Criado em 2011 na Califórnia, nos Estados Unidos, o Snapchat é um dos aplicativos móveis mais populares do mundo, principalmente entre os mais jovens, e agora começa a ganhar visibilidade no Brasil. Em versões para iOS e Android, a principal proposta do app é eliminar os dados e conteúdos compartilhados pelos usuários segundos depois de serem enviados.

Funciona assim: a imagem ou vídeo enviado, que também podem ser rabiscados com desenhos ou anotações, são apagados automaticamente pelo app após 10 segundos - ou, no caso do recurso Stories, o tempo é ampliado para até 24 horas. Após esse intervalo, não há mais como recuperar o conteúdo, pois ele é excluído definitivamente tanto do armazenamento do dispositivo quanto do servidor da companhia.

Não é só a proposta do aplicativo que faz sucesso. A empresa é considerada uma das startups mais valorizadas por acionistas e especialistas do mercado de tecnologia e, recentemente, chegou a ser avaliada em US$ 19 bilhões. Até Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, tentou comprar a companhia no final de 2013 por US$ 3 bilhões, oferta que foi recusada pelo cofundador do Snapchat, o americano Evan Spiegel.

Por conta da popularidade do app, não ia demorar muito para que a ferramenta se tornasse alvo de cibercriminosos, exigindo cuidado redobrado dos usuários que têm o programa instalado em seus smartphones. Essa é a conclusão da ESET, fornecedora de soluções de segurança da informação. “É preciso que as pessoas sejam cautelosas no uso do Snapchat para evitar riscos”, alerta Camillo Di Jorge, Country Manager da ESET Brasil.

Para ajudar os usuários, a ESET reuniu cinco dicas importantes para aproveitar o Snapchat com segurança. Veja abaixo.

1. Já existem aplicativos que salvam as fotos

Fotos que deveriam ser apagadas já podem ser salvas com a ajuda de apps específicos. Por isso, lembre-se que se um de seus contatos utiliza alguma dessas ferramentas, talvez o conteúdo que você espera que desapareça segundos depois de compartilhar pode não ser destruído no final das contas.

2. Seja cuidadoso com quem interage

Compartilhar muitas informações, seja por meio de textos ou fotos, com alguém que você acabou de conhecer nunca é uma boa ideia. O melhor é fazer isso com pessoas mais próximas, como família, amigos ou pessoas que você tenha um relacionamento de confiança.

3. Leia os termos de uso do aplicativo com atenção

Esse não é o passatempo preferido de ninguém, mas quando envolve sua segurança e privacidade, é melhor ficar atento. Os termos do Snapchat são muito específicos: ao habilitar a opção “Find Friends”, você permite que o aplicativo sincronize os contatos do seu dispositivo para descobrir quais amigos já utilizam a aplicação. Além disso, fique de olho nas regras que podem afetar diretamente a forma como você interage com o o app.

4. Pense duas vezes antes de enviar uma foto

Saber que uma foto ou informação pode sumir segundos depois de ser enviada pode parecer muito divertido, mas lembre-se que seu amigo tem a opção dar um print screen da tela. Por isso, se pergunte o que acontece se essa foto for gravada. Se a ideia causar preocupações, pense duas vezes antes de compartilhar.

5. Dados de acesso são como documentos

Seja cuidadoso aos fazer login na frente de pessoas desconhecidas. Fornecer dados de acesso para uma terceira pessoa também coloca sua privacidade e segurança em risco.

Leia também:

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.