Conheça o Discover, a plataforma de conteúdo direcionado do Snapchat

Por Redação | 28 de Abril de 2015 às 12h53
photo_camera Divulgação

Os tempos de usar o Snapchat apenas para receber fotos dos amigos e imagens desinteressantes do dia-a-dia deles chegaram ao fim. Com o Discover, a empresa finalmente dá o pontapé inicial em uma de suas principais ambições, a de transformar o app em mais do que uma plataforma apenas para troca de mensagens, como também em uma forma completamente nova de entregar conteúdo relevante para os usuários.

A parceria com empresas como Vice, CNN, ESPN e People, além de companhias de fora do setor de mídia como a Warner Records e até mesmo o próprio Snapchat, funciona por meio de curadoria de conteúdo. Com o novo botão específico, o usuário é levado ao Discover e pode ter acesso a histórias, fotos e vídeos das mais diversas fontes.

Aqui, o funcionamento é um pouco parecido com a usabilidade comum da plataforma. As histórias publicadas pelos parceiros também têm prazo de validade, só que bem maior, de 24 horas, e as novidades vêm publicadas uma vez por dia no que o Snapchat chama de “edições”. Ao pressionar o dedo sobre um parceiro, é possível ver tudo o que ele publicou naquele dia e acompanhar as informações diretamente pelo smartphone.

Textos também podem ser exibidos na rede social e, para movimentar as coisas, o Snapchat incluiu um botão que permite aos usuários avançar aquilo que não interessa ou retornar a conteúdos já lidos. Assim, também, a empresa entrega uma ferramenta poderosa de adequação, que deve permitir aos criadores de conteúdo enxergarem exatamente o que agradou à audiência, aumentando a relevância do que é publicado na plataforma.

Tudo isso sem falar, claro, nas receitas em crescimento. Mais do que uma plataforma nova de publicação de conteúdo, o Discover também é essencial como integrante do rol de publicidade do Snapchat. Quem está ali, obviamente, aparece pagando, e a ideia é que o sistema tenha mais importância e alcance do que medidas usuais de marketing, como anúncios que são exibidos enquanto os usuários fazem uso regular da plataforma.

E essa seria, inclusive, a maneira com a qual o Snapchat quer passar longe dos anúncios tradicionais. A empresa acredita que sua base de usuários não é atingida por esse tipo de coisa e, sendo assim, a publicidade comum não funciona aqui. Daí surgem iniciativas como o Discover, surfando em uma onda que indica que a melhor propaganda é feita por meio de conteúdo relevante, e não intromissão.

Rapidamente, o Snapchat surgiu como uma das principais redes sociais mobile do mundo, usada principalmente por jovens e adolescentes para compartilhamento de conteúdo rápido e, muitas vezes, picante. Hoje, estima-se que são cerca de 200 milhões de usuários ativos por mês na plataforma e um valor estimado em mais de US$ 3 bilhões – esse, inclusive, foi o valor recusado pelo CEO Evan Spiegel quando o Facebook tentou comprar a plataforma.

Agora, resta saber se a iniciativa vai para a frente. O Discover, para muita gente, pode parecer como um desvio da fórmula original da plataforma e, para muitos usuários, pode nem mesmo ser interessante, já que a ideia é que eles estão lá para ver as atualizações dos amigos, e não conteúdo relevante. A empolgação da empresa e de seus parceiros é visível, e se depender deles, a iniciativa vai ser um sucesso.

Fontes: Snapchat, Engadget

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.