Confira 5 dicas para aumentar a velocidade de seu smartphone Android

Por Pedro Cipoli

Os smartphones estão presentes há pouco tempo em nosso dia a dia, mas já fazem parte da nossa vida assim como os computadores — que viraram objetos de extrema importância dentro de casa. Por possuir processador, memória RAM e placa de vídeo, estes gadgets se parecem muito com PCs de tamanho reduzido, apresentando, inclusive, problemas técnicos bem semelhantes.

Quem já formatou o computador algumas vezes conhece a situação: logo que instalamos o Windows, tudo funciona perfeitamente bem no primeiro mês, mas aos poucos começam a surgir os indesejáveis travamentos e a famosa lentidão. Acredite: o mesmo acontece com nossos smartphones Android. Quem comprou um aparelho há um ano ou mais já observou que ele não tem todo o fôlego de antes.

O motivo é basicamente o mesmo: temos cada vez mais aplicativos instalados e carregados na memória, consumindo processamento e descarregando a bateria mais rapidamente. Para quem não pretende comprar um novo modelo, listamos abaixo algumas dicas para reviver o Android, seja ele smartphone ou tablet. Confira!

Aumente a velocidade com alguns ajustes

Velocidade

Se o seu smartphone é um pouco antigo e começou a apresentar lentidão, há algumas opções para melhorar a sua velocidade. Tentar um novo launcher, como o GO Launcher EX, pode dar um empurrãozinho. Escolher algum tema que consuma poucos recursos também pode ajudar bastante, assim como diminuir o número de home screens e widgets mais pesados.

Caso seu modelo possua "root", existem algumas opções adicionais, como instalar uma ROM customizada, como o CyanogenMod, por exemplo, ou mesmo usar apps de controle de clock, como o SetCPU, que funciona somente com modelos "rootados", melhorando a velocidade e economizando bateria.

Recupere espaço na memória interna

MicroSD

Grande parte dos smartphones possui dois tipos de armazenamento: a memória interna e um cartão SD externo, onde normalmente armazenamos nossas imagens, músicas e vídeos. No caso do cartão, é bastante simples: basta remover todos os dados manualmente, formatando-o no próprio aparelho, pelo menu "Configurações".

A memória interna possui um método diferente, embora também seja simples. Existem inúmeros apps bons na Google Play que fazem essa tarefa, mas entre eles destacamos o SD Maid, que faz uma limpeza geral nos diretórios e arquivos que não estão sendo mais utilizados.

Prolongue a bateria

Bateria

Alguns aplicativos conseguem sugar a força vital de smartphones Android a ponto de não conseguirmos encontrar uma tomada a tempo. Além disso, deixar a conexão 3G e o GPS ligados, bem como o brilho de tela no máximo, pode reduzir a vida útil da bateria pela metade. Uma solução simples é utilizar um gerenciador de energia competente e configurá-lo corretamente. Recomendamos fortemente o Juice Defender.

O app permite que o brilho, a conexão à internet e outras configurações sejam otimizados para consumir o mínimo de energia, entre outros recursos. Recomendamos também não utilizar nenhum Task Killer, a não ser que seu modelo seja muito, muito antigo (Android 1.6 ou inferior), pois os apps se abrirão novamente de qualquer maneira, consumindo um processamento precioso.

Remova os apps que não estão sendo utilizados

Apps

Quando entramos na Google Play, somos tentados a instalar vários apps que, com o tempo, não são mais utilizados, mas mesmo assim continuam consumindo recursos e bateria. É importante ter o hábito de remover esses aplicativos e aliviar o sistema de vez em quando. Uma dica: se você passear pelo menu de apps e encontrar alguns que não foram utilizados no último mês, tome uma atitude: já é hora de removê-los.

Resete o aparelho de tempos em tempos

Factory reset

Como acontece com o Windows, às vezes o Android fica tão irritantemente lento que, depois de certo tempo, vale a pena resetá-lo para as configurações de fábrica e instalar os apps novamente. Não é necessário fazer isso com frequência, apenas em casos extremos, quando os itens sugeridos acima não fizerem efeito.

Ao fazer isso, temos um duplo benefício: tiramos todo o lixo que estava consumindo a memória e, de quebra, instalamos somente os apps que realmente usamos, deixando o sistema muito mais leve.