Instalou o Windows 11 e não gostou? Prazo para voltar ao Windows 10 é curto

Instalou o Windows 11 e não gostou? Prazo para voltar ao Windows 10 é curto

Por Igor Almenara | Editado por Douglas Ciriaco | 07 de Julho de 2021 às 13h10
Andrea Piacquadio/Pexels

Você baixou o Windows 11, conheceu o software, mas não gostou dos recursos novos, do menu Iniciar com cara de bandeja de aplicativos mobile e das várias perfumarias da edição? Fique calmo, pois, quando a atualização começar a ser distribuída a todos os usuários, você poderá voltar para o sistema anterior em até dez dias após o upgrade.

Pelo menos essa é a estratégia da Microsoft até o momento, segundo a seção de Perguntas Frequentes da página de apresentação do novo sistema. A companhia define que você pode retornar ao W10 se desistir da migração, sem que o processo afete os arquivos pessoais (independente da partição que estiverem localizados).

O menu Iniciar em formato de balão é demais para você? Será possível retornar à versão anterior do sistema sem precisar de formatação completa (Imagem: Divulgação/Microsoft)

Passado esse período, ainda será possível recuar, mas apenas por mecanismos tradicionais — a famosa “instalação limpa” de sistema operacional ou formatação do computador. Esse método, porém, pode apagar todos os seus documentos, se o armazenamento do PC não estiver devidamente particionado.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Quem está ligado nas características do Windows deve se lembrar que essa mesma propriedade também se aplica às atualizações convencionais do W10. Se o seu computador apresentar problemas em uma compilação instalada nos últimos dez dias, você pode desfazer a atualização e voltar para a versão anterior, sem qualquer risco para seus arquivos pessoais.

Abordagem é diferente do sistema antecessor

Em 2015, quando o Windows 10 foi lançado, a Microsoft foi consideravelmente mais amigável quanto ao prazo para desistência. Se você atualizasse o computador do Windows 7, 8 ou 8.1 para a edição mais recente, podia retroceder até 30 dias depois.

Naquele período de transição, a Microsoft informou que os arquivos pessoais dos usuários, bem como uma imagem do sistema anterior, ficavam armazenados no computador para permitir a restauração. Era uma decisão amigável, embora os softwares mais antigos já tivessem na reta final do suporte oficial.

Atualização para o Windows 11 será gratuita

Embarcar no Windows 11 não custará nada para quem tem computadores que rodam os Windows 7, 8, 8.1 ou 10. A MS manteve a estratégia de distribuição e dará meios oficiais fáceis para os usuários que desejarem trocar de sistema operacional.

Atualização garante suporte prolongado, novos aplicativos e visual retrabalhado (Imagem: Reprodução/Microsoft)

No entanto, aqueles que saltam do Win 7 ou Win 8 para a nova versão precisarão recorrer à instalação limpa do sistema (ou seja, formatação da partição em que estão os arquivos do SO). Se o armazenamento do seu computador estiver devidamente segmentado — e os arquivos pessoais estiverem em uma seção dedicada —, eles não correm risco de exclusão no processo. Caso contrário, é indispensável fazer o backup de tudo antes de migrar.

Para entrar no Win 11, porém, você precisará de uma máquina que atenda os requisitos mínimos determinados pela Microsoft — e eles não são poucos. O novo sistema operacional é bem mais exigente que o antecessor, e demandas se aplicam até a geração do processador que equipa a máquina.

Componentes lançados antes de 2017 não foram listados como compatíveis para o Windows 11. O computador também precisa contar com o chip TPM (ou solução equivalente) para rodar o novo sistema. Na maioria das vezes, esse módulo de segurança precisa ser habilitado nas configurações de BIOS para que entre em ação.

A possibilidade de atualização gratuita não tem data específica para acabar, então você pode ficar com o Windows 10 por mais algum tempo. O sistema operacional atual tem suporte garantido até 14 de outubro de 2025. A recomendação da atualização fica para os usuários que teimam em substituir um software sem suporte oficial, visto que sua permanência nessas edições implica na exposição da máquina a ameaças externas.

Quando sai o Windows 11?

Até agora, o Windows 11 não tem data para ser lançado. A Microsoft espera, no entanto, fazer o lançamento oficial no início de 2022. Atualmente, prévias do sistema operacional já estão disponíveis para membros do programa Windows Insider.

Entretanto, pistas nas imagens de divulgação do SO sugerem que a primeira aparição do W11 em versão final pode acontecer logo em outubro deste ano.

Fonte: Microsoft

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.