Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Copilot vai analisar documentos salvos no PC com Windows

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 04 de Março de 2024 às 08h59

Link copiado!

Divulgação/Microsoft
Divulgação/Microsoft
Tudo sobre Microsoft

O assistente de IA do Copilot no Windows 11 ganhou a compatibilidade para interagir com arquivos salvos no computador. A ferramenta vai receber um ícone de clipe na janela de texto, usado para anexar documentos, e futuramente poderá interpretar um PDF ou um texto criado no Word, por exemplo.

A novidade, ainda não anunciada oficialmente pela Microsoft, foi compartilhada pela conta do vazador Leopeva64 no X (antigo Twitter). Além do novo botão, também é possível clicar e arrastar arquivos diretamente para a aba de conversas. Atualmente, a ferramenta também possui comandos para abrir uma imagem salva ou realizar uma captura de tela.

Continua após a publicidade

O insider aponta que o recurso já foi liberado para os usuários no Windows 11 e no Microsoft Edge Canary, mas o suporte ainda não estava disponível em teste feito pelo Canaltech com a compilação 22631.3235 do sistema operacional da Microsoft. É provável que a função seja liberada de forma gradativa e demore semanas (ou até meses) para chegar aos dispositivos compatíveis.

A possibilidade de enviar arquivos ao Copilot torna a IA ainda mais poderosa dentro do Windows: é possível usá-la para resumir arquivos grandes, extrair os pontos principais de um documento e até traduzir o conteúdo, entre outras funções úteis. Vale lembrar que, com a atualização Moment 5, o assistente também se tornou capaz de executar vários comandos para controlar o sistema, o que aumentou a sua versatilidade no PC.

Interpretação de arquivos pode ser nova tendência

A mudança no Copilot aparece alguns dias após o lançamento de uma IA da Adobecapaz de analisar e resumir arquivos PDF dentro dos aplicativos Acrobat e Reader. Além disso, o Google lançou o Gemini for Workspace, que substitui o Duet AI e integra a inteligência artificial ao Documentos e ao Gmail, com recursos para vasculhar as informações da conta e produzir conteúdo com base nesses dados.

Continua após a publicidade

Ao que tudo indica, essa pode ser uma futura tendência no segmento de IA generativa para computadores e celulares — cada vez mais, os assistentes tentam ir além de responder aos comandos com as informações já treinadas e ganham suporte para analisar arquivos e trazer resultados ainda mais personalizados.