Operadoras brasileiras anunciam união em combate ao novo coronavírus

Por Rubens Eishima | 20 de Março de 2020 às 15h30
Rubens Eishima/Canaltech
Tudo sobre

Anatel

Saiba tudo sobre Anatel

Ver mais

As empresas de telecomunicação do Brasil anunciaram uma iniciativa conjunta e coordenada em resposta a pandemia da COVID-19. Algar, Claro, Nextel, Oi, TIM e Vivo divulgaram uma série de medidas para atender as exigências impostas pela recomendação de distanciamento social.

A união acontece em um momento em que há uma crescente preocupação com a infraestrutura das empresas de telecomunicações ao redor do mundo, com uma maior demanda de serviços digitais para trabalho, saúde e lazer.

Saiba mais sobre o novo coronavírus no Canaltech:

Algumas das medidas anunciadas já tinham sido divulgadas pelas empresas isoladamente, incluindo abertura de sinais na TV por assinatura, acesso gratuito ao aplicativo “Coronavírus - SUS”, aumento na franquia de dados móveis, fechamento de lojas físicas e iniciativas de proteção aos funcionários.

Aplicativo do SUS com informações sobre prevenção ao coronavírus 

Comitê supervisor

A maior novidade do comunicado está no estabelecimento de comitês de gestão de crise em cada uma das empresas, além da formação de um comitê supervisor integrado, gerenciado pelo SindiTelebrasil (Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviços Móvel Celular e Pessoal).

O comitê integrado alinhará as ações das empresas com a Anatel e outros agentes governamentais. Uma das iniciativas coordenadas com a agência foi o disparo de mensagens de orientação por SMS.

As empresas anunciaram também um plantão permanente nas equipes de implantação, instalação, reparo e manutenção de rede e serviços, “que vão operar de forma contínua para assegurar a continuidade dos serviços, resguardadas situações de risco à saúde de funcionários e clientes”.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.