Huawei anuncia o MateBook, um híbrido similar ao Surface

Por Redação | 22 de Fevereiro de 2016 às 12h54

Com o Mobile World Congress (MWC 2016) ocorrendo em Barcelona a todo vapor, empresas de tecnologia do mundo todo anunciam algumas de suas apostas para este ano. A Huawei, um dos principais players mundiais no mercado, sendo uma das maiores fabricantes de smartphones e equipamentos de rede, acaba de se voltar em grande estilo ao ramo de computadores. Com o mercado de notebooks esfriando, a empresa está apostando em dispositivos híbridos, que unem as qualidades de um notebook com a mobilidade de um tablet, como é o caso da linha Surface, da Microsoft, e o iPad Pro, da Apple.

Huawei MateBook

Huawei MateBook (Créditos: The Verge)

Chamado MateBook, o dispositivo lembra bastante o Surface, com tela sensível ao toque de 12 polegadas e resolução 2160 x 1440 pixels e linhas visuais semelhantes aos smartphones Mate, o que deixa o conjunto bem agradável. Na parte do hardware, a empresa não deixou a desejar, já que o aparelho vem com a linha de processadores Core-M Skylake, da Intel. O modelo inicial utiliza o Intel Core m3, vem com 4 GB de RAM e 128 GB de armazenamento interno e custa US$ 700, enquanto que o mesmo modelo com 256 GB de armazenamento interno sai por US$ 850. A versão com processador Core m5, 8 GB de RAM e 256 GB de armazenamento custa US$ 999, e 512 GB de armazenamento sai por US$ 1.200. Já quem quer toda a força do MateBook, terá que desembolsar salgados US$ 1.600 (mais de R$ 6.000) para o processador Core m7, 8GB de RAM e 512 GB de armazenamento SSD.

Huawei MateBook

Huawei MateBook (Créditos: The Verge)

O sistema operacional é o Windows 10, que é adaptado a telas sensíveis ao toque. Para oferecer melhor produtividade, o MateBook conta também com um teclado removível, que custa US$ 150, e uma caneta MatePen, com preço de US$ 60, além da MateDock, que adiciona entradas HDMI, VGA, cabo de rede e mais duas portas USB.

Huawei MateBook teclado

Teclado do Huawei MateBook (Créditos: Gizmodo)

O MateBook chegará ao mercado norte-americano (EUA e Canadá) nos próximos meses, mas não há qualquer informação sobre uma eventual entrada no mercado brasileiro. Claro que com esses preços em dólar, por aqui os valores provavelmente serão estratosféricos.

O MWC 2016 está rolando em Barcelona, e estamos no evento para cobrir as principais novidades da tecnologia para este ano, então fique ligado para mais notícias e lançamentos!

Via PC World.