Huami apresenta chip econômico para smartwatches e Zepp OS com foco em saúde

Por Victor Carvalho | Editado por Wallace Moté | 14 de Julho de 2021 às 13h20
Huami

A Huami, empresa chinesa parceira da Xiaomi, anunciou esta semana dois novos produtos essenciais para o futuro dos acessórios da marca, incluindo um processador com baixo consumo de energia e um sistema operacional extremamente leve para seus futuros smartwatches e smartbands.

Sendo apresentado durante a conferência Next Beat 2021 em Hefei, na China, o novo processador Huangshan 2S se destaca pelo foco em baixíssimo consumo energético.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

De acordo com a empresa, o chipset sucessor do Huangshan 2 é produzido com o primeiro processador de dois núcleos com inteligência artificial em arquitetura RISC-V, tal característica oferece melhoria de performance de até 18%, redução de consumo de energia em até 56% e redução de consumo de energia durante hibernação de até 93%.

Novo chipset proprietário da Huami conta baixo consumo de energia (Imagem: Reprodução/Huami)

O processador proprietário conta com GPU "2.5D" que promete aceleração gráfica de até 67% em comparação com o modelo anterior, permitindo que elementos gráficos do sistema sejam exibidos com maior suavidade.

Dando muito foco também para a inteligência artificial presente do chipset, a Huami destaca que o Huangshan 2S conta com unidade processamento neural acelerada que pode identificar facilmente doenças como fibrilação atrial.

Zepp OS: o sistema operacional de apenas 55 MB

Sistema operacional é dedicado para monitorar saúde do usuário (Imagem: Reprodução/Huami)

Outro grande anúncio durante o evento de apresentação ficou para o Zepp OS, sistema operacional da marca dedicado para relógios e pulseiras inteligentes que se destaca pela leveza: com apenas 55 MB, a ideia é permitir que tais dispositivos não precisem de tanta memória interna para que funcionem.

A Huami garante que sua plataforma terá redução de consumo de energia em até 65% e até aumento de até 190% em duração de bateria comparado com a geração anterior da plataforma.

Empresa quer se popularizar no consolidado mercado de wearables (Imagem: Reprodução/Huami)

A interface do Zepp OS será simples, mas diversificada, capaz de exibir animações suaves com taxa superior a 60 fps e com interações agradáveis.

Com tudo isso, os relógios equipados com as novidades da Huami poderão suportar conectividade Wi-Fi, Bluetooth, redes móveis 4G e 5G, além de ligações de emergência via nuvem e grande foco em proteção de privacidade.

Os primeiros dispositivos com o chip Huangshan 2S e com a plataforma Zepp OS estão previstos para lançamento ainda em 2021.

Fonte: Huami (1, 2, 3, 4)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.