Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Galaxy Watch: Samsung quer estrear sensores de glicose e pressão antes da Apple

Por| Editado por Wallace Moté | 24 de Janeiro de 2024 às 14h18

Link copiado!

Divulgação/Samsung
Divulgação/Samsung
Tudo sobre Samsung

A Samsung continua investindo no desenvolvimento de sensores para formas não invasivas de monitoramento de glicose no sangue e checagem contínua de pressão arterial, algo que deve em futuros relógios inteligentes da série Galaxy Watch para ampliar ainda mais a cobertura do Samsung Health, seguindo com a nova política da marca para o acompanhamento de saúde e bem-estar dos usuários.

Segundo o Bloomberg, o objetivo da empresa é estrear seus novos sensores de alta precisão antes da Apple e outras gigantes da indústria. Isso a permitiria se destacar entre os consumidores que se beneficiariam dos recursos como a identificação do nível de açúcar na corrente sanguínea em casos de pré-disposição ao diabetes, além da verificação do nível da pressão arterial para hipertensos.

Em entrevista à imprensa, o líder do time de saúde digital da Samsung, Hon Pak, afirma que "o trabalho faz parte de um amplo esforço para incluir recursos de saúde em uma maior variedade de dispositivos, incluindo o recém-anunciado Galaxy Ring."

Continua após a publicidade

Eventualmente, a Samsung pretende dar aos consumidores um panorama completo do seu bem-estar através de sensores em diferentes partes do corpo e em toda a casa.

Combinando o Galaxy Ring e o Galaxy Watch, por exemplo, imaginamos que a empresa possa oferecer métricas mais precisas de sono, estresse, batimentos cardíacos e dados gerais durante atividades físicas.

Informações mais recentes apontam que a Apple tem avançado nos testes do seu medidor de glicose para inclui-lo futuro Watch Series X, que poderia contar também com sensores de pressão sanguínea e apneia do sono.

Continua após a publicidade

A próxima geração do Galaxy Watch deve estrear entre julho e agosto, enquanto o novo Apple Watch é previsto para ser anunciado em setembro.

Fonte: Bloomberg