Xiaomi anuncia Redmi Note 10S e demais versões globais do novo intermediário

Xiaomi anuncia Redmi Note 10S e demais versões globais do novo intermediário

Por Diego Sousa | Editado por Douglas Ciriaco | 04 de Março de 2021 às 15h36
Divulgação/Xiaomi

Além dos modelos Redmi Note 10, Note 10 Pro e Note 10 Pro Max anunciados mais cedo na Índia, a Xiaomi também revelou nesta quinta-feira (4) as versões globais dos Redmi Note 10 e Note 10 Pro, além dos inéditos Redmi Note 10S e Note 10 5G. As duas últimas novidades chegam ao mercado ocidental com ficha técnica interessante e preços muito competitivos, principalmente no aparelho com suporte às redes 5G.

Se você está achando os nomes confusos, é porque eles são, mesmo. O Redmi Note 10 Pro Max indiano chega ao ocidente como Redmi Note 10 Pro; já o Redmi Note 10S compartilha quase todas as características do Redmi Note 10 padrão, exceto nos departamentos de câmera, processamento e memória. Por fim, o Redmi Note 10 5G é o único compatível com a nova rede móvel, mas traz alguns cortes nas configurações para baixar o preço final.

Abaixo, confira as principais diferenças entre os quatro aparelhos Redmi Note 10 lançados no mercado global.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Redmi Note 10S / Note 10: principais características

O Redmi Note 10S e o Note 10 tradicional trazem praticamente a mesma ficha técnica, mas há quatro diferenças principais entre os dois: a câmera principal de 64 MP, contra 48 MP do Note 10; sensor de selfie de 13 MP em vez de 8 MP; o processador Helio G95 da MediaTek; e as opções de memória RAM — o Note 10S oferece versões com 6 GB de RAM, enquanto o modelo tradicional oferece "apenas" 4 GB.

Redmi Note 10 e 10S são praticamente idênticos (Imagem: Reprodução/Xiaomi)

No mais, os dois são equipados com quatro câmeras traseiras, sendo uma ultrawide de 8 MP, uma macro de 2 MP e outro de profundidade, também de 2 MP. Ambos também trazem a mesma tela Super AMOLED de 6,43 polegadas com resolução Full HD+, bateria de 5.000 mAh com recarga de 33 W, leitor de impressões digitais embutido no botão de energia, Bluetooth 5.2, alto-falantes estéreos e conector de 3,5 mm para fones de ouvido.

Redmi Note 10 Pro

O Redmi Note 10 Pro, lançado na Índia como Redmi Note 10 Pro Max, é o modelo mais avançado anunciado nesta quinta-feira. Ele traz o mesmo display Super AMOLED dos irmãos, mas dobra a taxa de atualização para 120 Hz. Outro destaque do aparelho é a sua supercâmera de 108 MP, seguida por um conjunto triplo de ultrawide, macro e profundidade.

Redmi Note 10 Pro é o lançamento mais potente da linha (Imagem: Reprodução/Xiaomi)

Por dentro, o aparelho roda o Snapdragon 732G da Qualcomm aliado a até 8 GB de memória RAM e até 128 GB de armazenamento. Para alimentar todo processamento há uma bateria gigante de 5.020 mAh com suporte à recarga de 33 W de potência.

No mercado ocidental, o Redmi Note 10 Pro será vendido em três opções de cores (azul, cinza e bronze) e configurações de memória: 6 GB + 64 GB, 6 GB + 128 GB e 8 GB + 128 GB — todas suportando cartão microSD.

Redmi Note 10 5G

Único da nova família com suporte ao 5G, o Redmi Note 10 5G traz alguns cortes na ficha técnica para oferecer um aparelho compatível com a nova tecnologia de rede com um preço bastante competitivo. Talvez o maior "downgrade" em relação aos seus irmãos esteja na tela, que conta com tecnologia IPS LCD — ele traz ainda resolução Full HD+ (2.400 por 1.080 pixels), 90 Hz de frequência e 6,5 polegadas de tamanho.

Uma novidade do Redmi Note 10 5G é a escolha do processador Dimensity 700 da MediaTek de oito núcleos rodando a até 2,2 GHz. Embora o chip entregue desempenho equivalente aos modelos presentes nos irmãos, ele leva vantagem por oferece modem 5G integrado. Um "corte", pode-se dizer, em relação aos outros Redmi Note 10, é a presença de apenas 4 GB de memória RAM.

Redmi Note 10 5G é o único da linha com suporte ao 5G (Imagem: Reprodução/Xiaomi)

No departamento de câmeras, ele traz "apenas" três sensores, contra quatro dos irmãos, com principal de 48 MP. As outras duas são macro e profundidade. Com relação à capacidade de bateria, o Redmi Note 10 5G oferece 5.000 mAh com recarga de 18 W, em vez de 33 W dos irmãos.

Preço e disponibilidade

Confira abaixo a lista de preços dos quatro modelos do Redmi Note 10 no mercado ocidental:

  • Redmi Note 10 (4 GB + 64 GB): US$ 199 (cerca de R$ 1,1 mil em conversão direta);
  • Redmi Note 10 (4 GB + 128 GB): US$ 229 (R$ 1,2 mil);
  • Redmi Note 10S (6 GB + 64 GB): US$ 229 (R$ 1,2 mil);
  • Redmi Note 10S (6 GB + 128 GB): US$ 249 (R$ 1,3 mil);
  • Redmi Note 10S (8 GB + 128 GB): US$ 279 (R$ 1,5 mil);
  • Redmi Note 10 Pro (6 GB + 64 GB): US$ 279 (R$ 1,5 mil);
  • Redmi Note 10 Pro (6 GB + 128 GB): US$ 299 (R$ 1,6 mil);
  • Redmi Note 10 Pro (8 GB + 128 GB): US$ 329 (R$ 1,8 mil);
  • Redmi Note 10 5G (4 GB + 64 GB): US$ 199 (R$ 1,1 mil);
  • Redmi Note 10 5G (4 GB + 128 GB): US$ 229 (R$ 1,2 mil).

Os aparelhos ainda não tem previsão de início das vendas, mas a Xiaomi realizará uma campanha promocional entre os dias 8 e 9 de março para quem quiser adquirir um Redmi Note 10 com desconto.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.