Vivo e Oppo seguem a Samsung e prometem 3 anos de atualizações do Android

Por Diego Sousa | Editado por Wallace Moté | 10 de Maio de 2021 às 13h20
Reprodução/Vivo

OPPO e Vivo, ambas pertencentes ao grupo chinês BBK Electronics, passam a fornecer atualizações de Android e segurança por três anos. O suporte, no entanto, cobre somente os smartphones premium mais recentes de cada uma, além dos próximos lançamentos. Até então, as fabricantes ofereciam apenas dois anos de updates para seus aparelhos, assim como muitas empresas atualmente.

A iniciativa da Oppo e da Vivo, as quarta e quinta maiores fabricantes de smartphones do mundo segundo o último relatório da empresa de consultoria Canalys, é semelhante a da Samsung, que anunciou em 2020 a disponibilização de três grandes updates do Android e quatro anos pacotes de segurança para seus aparelhos lançados a partir de 2019. A HMD Global, atual detentora da marca Nokia, e o Google também disponibilizam o período para alguns dos seus dispositivos.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

No entanto, diferente das rivais, a chinesa Oppo oferecerá três anos de atualizações de segurança, além dos três updates do Android, apenas para a linha Find X3, lançada este ano. Ou seja, as linhas intermediárias permanecerão com dois anos de suporte. A fabricante ainda planeja estender o cronograma para quatro anos, mas o projeto ainda está em fase de desenvolvimento, revelou uma reportagem do site Android Planet.

Já a sua irmã Vivo dará suporte para seus futuros smartphones lançados a partir de julho deste ano, portanto, nem a atual linha topo de linha X60 receberá o suporte de três anos de atualização. A nova política de atualização da empresa abrangerá os mercados europeu, australiano e indiano, provavelmente sendo expandido para outras regiões.

"Estamos fazendo uma promessa aos nossos clientes de que eles poderão desfrutar de uma experiência premium de smartphone por um longo período e continuar a se beneficiar dos recursos de software mais recentes", disse o vice-presidente sênior da Vivo, Yujian Shi.

Fonte: The Verge, MySmartPrice  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.