Top 10 de janeiro evidencia vendas fracas do iPhone 12 Mini

Por Felipe Junqueira | Editado por Wallace Moté | 10 de Abril de 2021 às 17h00
Denis Cherkashin/Unsplash

O tempo dos celulares compactos parece estar, de fato, no fim. A Apple buscou um novo nicho de mercado ao lançar o iPhone 12 mini com tela de 5,4 polegadas, mas o dispositivo não alcançou um bom desempenho em vendas.

De acordo com a empresa de análise de mercado Counterpoint Research, o modelo compacto da Maçã não conseguiu ficar nem mesmo no top 5 dos celulares mais vendidos em janeiro de 2021. Seus três ‘irmãos’, por outro lado, ficaram com as três primeiras posições, com o iPhone 12 em primeiro, seguido pelo 12 Pro Max e o 12 Pro em terceiro. O iPhone 11 completa a sequência de quatro aparelhos da Apple no quarto lugar.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Aí entram dois modelos da Xiaomi, o Redmi 9A e o Redmi 9, da Xiaomi, que são seguidos pelo Galaxy M21s, da Samsung, e só na oitava colocação aparece o iPhone 12 Mini. A lista ainda fecha com o Galaxy A31 e mais um celular da Apple, o iPhone SE 2020. Ou seja, seis smartphones da Maçã e quatro Android, sendo dois Xiaomi e dois Samsung.

Os 10 celulares mais vendidos no mundo em janeiro (Imagem: Reprodução/Counterpoint Research)

Os celulares da Xiaomi pertencem à faixa de preço abaixo dos US$ 150, e atraíram consumidores principalmente na região que engloba o Oriente Médio e África. Juntos, eles respondem por um quarto do total de vendas da fabricante chinesa.

Já a Samsung apresentou bons números com seus modelos presentes no top 10 em mercados onde a Honor tinha forte presença, como Europa, América Latina, sudeste da Ásia e Oriente Médio e África. Isso faz parte da estratégia da empresa de oferecer boas especificações e design elegante nas linhas Galaxy M e A, respectivamente.

Produção reduzida

Não é novidade que o iPhone 12 Mini ficou abaixo das expectativas. Em fevereiro, fontes afirmaram que a Apple pretendia reduzir a produção da versão compacta. A mesma fonte, no entanto, havia indicado redução parecida também do iPhone 12, que já era o celular 5G mais vendido à época. Previsão recente indica que o modelo 2020 pode ultrapassar o iPhone 6 no volume total de vendas.

Os três modelos do top 3 foram responsáveis por nada menos que 71% do total de vendas da Apple no período, segundo o estudo. Os Estados Unidos foram responsáveis por quase um terço do total de celulares vendidos pela companhia, com o iPhone 12 Pro Max liderando a lista no país.

Apesar dos problemas com o iPhone de 5,4 polegadas lançado em 2020, a Apple deve lançar um sucessor em 2021.

Fonte: Counterpoint Research

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.