Samsung também quer vender celulares nas lojas físicas da LG

Samsung também quer vender celulares nas lojas físicas da LG

Por Bruno Bertonzin | Editado por Wallace Moté | 25 de Junho de 2021 às 11h40
Anh Nhat/Unsplash

A Samsung também está com interesses de vender seus celulares nas lojas físicas da LG na Coreia do Sul, segundo informações do portal SamMobile. Aparentemente, a gigante sul-coreana já entrou em contato com a rival local para pedir que seus smartphones sejam colocados nas prateleiras das LG Best Shops.

Como já vimos há alguns dias, a LG confirmou que está em contato com a Apple para vender iPhones, Apple Watches e iPads na sua cadeia de lojas físicas na Coreia do Sul e, segundo os detalhes fornecidos, a venda desses produtos nas Best Shops já começará no dia 1° de agosto. Essa decisão não agradou muito às principais operadoras de telefonia do país, mas a LG se mostrou irredutível e irá comercializar os produtos da Gigante de Cupertino em suas lojas na Coreia do Sul.

Agora, de acordo com as novas informações, a Samsung também começou a se mexer nesse sentido e já estaria em contato com a LG para que os smartphones da linha Galaxy também sejam colocados à venda nas Best Shops. A fabricante estaria preocupara com a concorrência com a Apple e a possibilidade de perder um pouco a participação no mercado de smartphones 5G.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Segundo os detalhes que surgiram, o pedido formal para colaboração entre as empresas foi feito por três das maiores operadoras de telefonia da Coreia do Sul, que conversaram com a LG em nome da Samsung.

No entanto, apesar de até agora não haver informações concretas sobre o assunto, as mesmas fontes que informaram essa suposta negociação também apontam para uma possibilidade de a LG não aceitar esse pedido e seguir com a venda apenas dos celulares da Apple — um movimento não tão surpreendente, dado o histórico de concorrência entre a Samsung Electronics e a LG Electronics antes de essa última abandonar o mercado de dispositivos móveis.

Além da possível recusa da LG, essa negociação também tem forte oposição em outros lados. A Associação Nacional de Distribuição de Telecomunicações Móveis da Coreia do Sul vê um possível declínio nas vendas como consequência do acordo. Enquanto isso, dentro da própria Samsung também há resistência, já que a Samsung Digital Plaza — rede de varejo da marca — recebe, atualmente, cerca de um terço das vendas de celulares e esse número pode cair se a fabricante começar a vender os smartphones Galaxy na loja da rival.

Fonte: SamMobile

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.