Após deixar mercado mobile, LG pode vender iPhones em suas lojas físicas

Após deixar mercado mobile, LG pode vender iPhones em suas lojas físicas

Por Bruno Bertonzin | Editado por Wallace Moté | 17 de Junho de 2021 às 13h10
Frederik Lipfert/Unsplash

A LG pode, em breve, começar a vender iPhones em suas lojas físicas. Caso as negociações sejam concluídas com um acordo entre as empresas, as chamadas LG Best Shops deverão receber os produtos da Apple depois de terminar oficialmente as vendas dos celulares da marca sul-coreana.

Já não é nenhuma novidade que a LG fechou sua divisão mobile e, com isso, não irá mais comercializar celulares. O anúncio do fim das operações foi feito em abril e, no mês seguinte, a marca encerrou oficialmente a produção dos smartphones.

No entanto, a empresa asiática ainda vende seus estoques remanescentes em suas 400 lojas físicas e a comercialização destes produtos será encerrada apenas no final de julho. A partir de então, os pontos de venda contarão apenas com outros produtos da marca, como notebooks, por exemplo.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

E, para cobrir o espaço deixado pelos celulares da sul-coreana nas prateleiras das lojas, a LG já confirmou que está em negociações com a Apple para vender os produtos da marca. Com isso, de acordo com rumores, é possível que a coreana comercialize, além dos iPhones, os relógios Apple Watch e os iPads.

No entanto, ainda há um impasse para que o acordo seja formado: a Apple quer que a LG também venda MacBooks e outras de suas linhas, mas a sul-coreana recusa, pois já tem sua própria linha de laptops para comércio nas lojas. Com isso, os desktops da Apple também deverão ficar de fora do trato, e, caso as empresas concordem com o negócio, apenas os celulares, tablets e smartwatches da Apple poderão ser encontrados nas prateleiras das LG Best Shops.

Apesar de a LG ter confirmado as negociações, a marca destacou apenas que as duas empresas conversam sobre o assunto, mas que ainda não chegaram a uma conclusão.

Fonte: 9to5Mac

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.