Pixel 6 Pro passa em desmanche e surpreende por fácil remoção de tela

Pixel 6 Pro passa em desmanche e surpreende por fácil remoção de tela

Por Eduardo Moncken | Editado por Wallace Moté | 17 de Novembro de 2021 às 07h20
Reprodução/Google

Uma das maiores dificuldades quando o assunto é reparo de um celular diz respeito à sua tela. No geral, o celular se abre pela traseira, e só após a complexa remoção de bateria, placa-mãe, muitas chapas metálicas e parafusos é que alcançamos o painel frontal.

Por mais que o Google Pixel 6 esteja decepcionando a muitos pelos bugs do seu software atual, que pode até mesmo desativar o sensor biométrico, ele está trazendo uma boa notícia quanto a isto. Um desmanche do celular mostrou que o primeiro item acessível na carcaça dele é o display.

O painel é a primeira parte a se soltar quando o Pixel 6 Pro é aberto, e está conectado à placa-mãe graças a um cabo flat único. Ou seja, mesmo o sensor biométrico e outros recursos da tela têm suas conexões montadas neste único conector, o que facilita ainda mais a manutenção.

Uma dificuldade, porém, envolve a bateria: parece haver uma fita para removê-la sem esforços, mas que arrebentou antes de concluir sua possível missão. Uma solução liquida foi utilizada para remover o resto de adesivo que fixou ela na carcaça.

Grande módulo de câmeras por opção?

O módulo de câmeras, como o esperado, ocupa um grande espaço interno. Porém, é bem possível que seu tamanho avantajado tenha sido escolha estética: a caixa de lentes parece ter um espaço maior que o necessário para o sistema periscópico da lente zoom.

Por último, o desmanche mostrou que a manutenção do Pixel 6 Pro parece relativamente fácil, deixando até a impressão de que usuários menos hábeis conseguiriam trocar alguns componentes de hardware — claro, com as ferramentas corretas.

Vale lembrar, não é toda fabricante que possui produtos de fácil manutenção. Inclusive o hardware do iPhone impõe dificuldades para manutenções não autorizadas, impedindo o funcionamento do Face ID e outros caso consertos não sejam feitos pela empresa, algo que a Apple se prontificou a resolver.

Fonte: YouTube

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.