OnePlus 8 e 8 Pro não custarão mais de US$ 1 mil, garante CEO

Por Diego Sousa | 31 de Março de 2020 às 17h00
Reprodução
Tudo sobre

Saiba tudo sobre OnePlus 8

Ficha técnica

A OnePlus anunciará a nova geração dos smartphones "matadores de topos de linha" no próximo dia 14 de abril, mas a principal dúvida é se os novos OnePlus 8 e 8 Pro manterão os preços baixos característicos da linha mesmo com tecnologia 5G. Segundo o CEO da empresa, Pete Lau, apesar dos desafios e custos da implementação, os lançamentos não passarão dos US$ 1,000 (cerca de R$ 5.000 em conversão direta) nos EUA.

Em entrevista ao site Business Insider, Lau confirmou que o vindouro OnePlus 8 rodará o mais novo processador da Qualcomm – Snapdragon 855 5G –, que deve equipar os principais smartphones Android de 2020.

Embora o executivo não tenha revelado valores mais específicos, a confirmação da faixa de preço permite comparar com outros smartphones 5G disponíveis no mercado. Considerando que o OnePlus 8 chegue ao mercado por menos de US$ 1,000, ele deverá ser 50% mais barato que o Galaxy S20 Ultra, que custa US$ 1,399,99, ou cerca de R$ 7.246 – a principal diferença entre os dois é no departamento de câmeras.

Já o recente V60 ThinQ 5G, que chegou ao mercado norte-americano em fevereiro com conexão 5G, custa, em média, US$ 900 (R$ 4.660). O OnePlus 8 poderá ser ainda mais barato que o Mi 10 Pro, da Xiaomi, que chegou ao mercado europeu recentemente custando 999 euros, o que dá pouco mais de US$ 1,000.

Custo de um topo de linha é alto

Smartphones 5G não são baratos de produzir (Foto: Pocket-lint)

Lau comenta que, atualmente, produzir um smartphone com tecnologia 5G traz muito mais desafios em termos de design e configuração em relação ao 4G, e isso acaba afetando o preço final. O executivo cita a dificuldade de equipar os hardwares necessários em um dispositivo tão compacto, além do alto preço de toda cadeia de suprimentos, como matérias-primas e chipsets 5G, que estão inflando o mercado.

Futuro é otimista

No entanto, com a democratização da tecnologia 5G ao longo dos próximos meses, a expectativa é que a produção de um dispositivo 5G se torne mais barata.

"Assim como aconteceu com os dispositivos com 4G na época, os preços foram caíndo com o tempo. Nós antecipamos uma tendência similar com o 5G", finaliza.

Fonte: Business Insider

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.