Publicidade

O que mudou do Google Pixel 7 para o Pixel 8?

Por| Editado por Wallace Moté | 07 de Outubro de 2023 às 10h00

Link copiado!

Victor Carvalho/Canaltech
Victor Carvalho/Canaltech

A nova linha Google Pixel 8 estreou esta semana com pequenas mudanças de design e grandes novidades de software, oferecendo Android atualizado até 2030, funções de câmera exclusivas e integração da IA generativa do Bard ao Google Assistente.

E se você busca entender as principais mudanças entre o Google Pixel 8 e Pixel 8 Pro em relação aos modelos Pixel 7 e Pixel 7 Pro lançados no ano anterior, o Canaltech te explica a seguir.

Design refinado e mais arredondado

Continua após a publicidade

Toda a linha Pixel 8 estreia com um novo visual de cantos mais arredondado que remete à primeira geração do Google Pixel lançado em 2016. Com isso, os modelos estão ainda mais confortáveis e oferecem uma pegada mais segura.

Para diferenciar ainda mais a dupla, o Pixel 8 agora estreia com acabamento de alumínio fosco e traseira de vidro reflexivo, enquanto o Pixel 8 Pro ganha alumínio polido e traseira de vidro fosco.

O conjunto de câmeras de ambos os aparelhos também está maior, com um módulo mais proeminente e mais alto para um visual mais robusto e facilitar a identificação em relação aos modelos anteriores.

Continua após a publicidade

Tensor G3 e até 7 anos de atualizações

Escondido em um botão de "mostrar mais" no site oficial do Pixel 8 está o processador Tensor G3, um chip com tão poucas melhorias que praticamente ficou de fora da apresentação oficial. E com isso você já pode imaginar que o salto em desempenho não será tão impressionante como muitos esperavam.

Ainda assim, o Google está comprometido em garantir um suporte de updates inexistente em qualquer outra marca de smartphones com 7 anos de atualizações do Android e 7 anos de atualizações de segurança.

Continua após a publicidade

Dessa forma, a empresa promete que os novos Pixel 8 e 8 Pro serão atualizados até o ano de 2030 para a versão mais recente do Android.

Muitas funções de câmeras

O Google se tornou muito conhecido pelas variadas funções de câmera em seus smartphones proprietários, e os novos Pixel 8 e 8 Pro estreiam com ainda mais novidades:

Continua após a publicidade
  • Audio Magic Eraser que remove ruídos de fundo e foca no que está em cena
  • Best Take capaz de trocar a expressão dos rostos de várias pessoas em uma mesma foto
  • Ultra HDR para contraste ainda mais avançado
  • Astrophotography que captura imagens do céu noturno com alta nitidez e mínimo ruído
  • Magic Editor capaz de mover pessoas e objetos da foto e preencher o fundo com o mesmo cenário

E enquanto todas as novidades acima chegam à dupla de smartphones, o Google destacou que, por algum motivo, apenas o Pixel 8 Pro é capaz de lidar com três tarefas específicas – embora ambos os aparelhos tenham mesma câmera e processamento.

O Video Boost com processamento na nuvem onde a gravação é enviada para datacenters da empresa durante a noite e retorna com melhorias em nitidez, estabilização, cores e contraste. O recurso será lançado ainda este ano.

Continua após a publicidade

A outra função feita para o modelo mais caro e que também chega ainda este ano é o Night Sight Video, que oferece gravações mais nítidas, com cores mais vibrantes e reduz a intensidade do borrão de movimento em baixa luminosidade.

Por fim, o Pixel 8 Pro chega exclusivamente com Pro Control para ajuste manual de foco, ISO, velocidade de obturador, balanço de brancos e mais.

Pixel 7 e Pixel 8

Continua após a publicidade

O novo Pixel 8 estreia com tamanho mais compacto graças à tela reduzida em 0,1 polegada, passando de 6,3" para 6,2" e ainda mantendo características como a tecnologia OLED e resolução Full HD (2400x1080p).

O lançamento mais recente contempla a taxa de atualização variável entre 60 Hz e 120 Hz em vez da taxa fixa de 90 Hz da geração anterior, e a tela ainda está 43% mais brilhante com até 2.000 nits de pico de brilho.

Em relação às câmeras, a nova geração estreia com uma câmera principal refinada de 50 MP com abertura de f/1.68 para maior nitidez e foco automático melhorado.

A lente ultrawide também foi melhorada, contando com mesmos 12 MP de resolução e abertura f/2.2, mas agora com amplo campo de visão de 125.8º contra 114º.

Continua após a publicidade
Pixel 7Pixel 8
Tela OLED de 6,3", FHD+ (1080 x 2400), taxa de até 90 Hz e brilho de até 1.400 nitsTela OLED de 6,2", Actua Display (1080 x 2400), taxa de 60-120 Hz e brilho de até 2.000 nits
Processador Google Tensor G2Processador Google Tensor G3
Chip de segurança Titan M2Chip de segurança Titan M2
Corpo de alumínio fosco com traseira de vidro reflexivoCorpo de alumínio fosco com traseira de vidro reflexivo
Câmera frontal de 10,8 MP com abertura f/2.2 e foco fixoCâmera frontal de 10,5 MP com abertura f/2.2 e foco fixo
Câmera dupla traseira: 50 MP (1x, principal, f/1.85) + 12 MP (0.5x, ultrawide, f/2.2)Câmera dupla traseira: 50 MP (1x, principal, f/1.68) + 12 MP (0.5x, ultrawide, f/2.2)
Bateria de 4.355 mAh com recarga de 21 W por fio e 21 W sem fioBateria de 4.575 mAh com recarga de até 27 W por fio e até 21 W sem fio
IP68 contra água e poeiraIP68 contra água e poeira
Lançado com Android 13Lançado com Android 14
3 anos de atualizações de software e 5 anos de atualizações de segurança7 anos de atualizações de software e 7 anos de atualizações de segurança

Pixel 7 Pro e Pixel 8 Pro

Com mesmo tamanho de tela e dimensões do modelo anterior, o Pixel 8 Pro estreia com display de 6,7 polegadas de resolução e densidade de pixels ligeiramente inferiores à tela no Pixel 7 Pro, mas ainda com tecnologia OLED do tipo LTO para taxas variáveis de 1 Hz a 120 Hz.

Continua após a publicidade

O pico de brilho é ainda mais impressionante, capaz de atingir impressionantes 2.400 nits contra os agora ínfimos 1.500 nits da geração passada.

Com uma bateria quase sem mudanças (passando de 5.000 mAh para 5.050 mAh), o Pixel 8 Pro também é promovido com "bateria que pode durar mais de 24 horas", tendo

Pixel 7 ProPixel 8 Pro
Tela OLED de 6,7", QHD+ (1440 x 3120), taxa de até 120 Hz e brilho máximo de 1.500 nitsTela OLED de 6,7", Super Actua Display (1344 x 2992), taxa de 1-120 Hz e brilho máximo de 2.400 nits
Processador Google Tensor G2Processador Google Tensor G3
Chip de segurança Titan M2Chip de segurança Titan M2
Corpo de alumínio polido com traseira de vidro reflexivoCorpo de alumínio polido com traseira de vidro fosco
Câmera frontal de 10,8 MP com abertura f/2.2 e foco fixoCâmera frontal de 10,5 MP com abertura f/2.2 e foco automático
Câmera tripla traseira: 50 MP (1x, principal, f/1.85) + 12 MP (0.5x, ultrawide, f/2.2) + 48 MP (5x, telefoto, f/3.5)Câmera tripla traseira: 50 MP (1x, principal, f/1.68) + 48 MP (0.5x, ultrawide, f/1.95) + 48 MP (5x, telefoto, f/2.8)
Bateria de 5.000 mAh com recarga de 23 W por fio e 23 W sem fioBateria de 5.050 mAh com recarga de até 30 W por fio e até 23 W sem fio
-Sensor de temperatura
IP68 contra água e poeiraIP68 contra água e poeira
Lançado com Android 13Lançado com Android 14
3 anos de atualizações de software e 5 anos de atualizações de segurança7 anos de atualizações de software e 7 anos de atualizações de segurança

Novos preços

Continua após a publicidade

A nova linha Pixel 8 está ligeiramente mais cara no mercado internacional após dois anos sem mudança de preço. Parte pode ser justificada pelas melhorias de hardware e software dos equipamentos, ou ainda pela alta da inflação e custos de produção elevados.

  • Pixel 8 a partir de US$ 699 (+US$ 100)
  • Pixel 8 Pro a partir de US$ 999 (+US$ 100)

Pela oitava geração seguida, a linha de smartphones do Google segue indisponível oficialmente no Brasil e é pouco provável que o Pixel 8 e 8 Pro sejam lançados em solo nacional.