Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Motorola Edge 50 Ultra passa pela Anatel e já pode estrear no Brasil

Por| Editado por Wallace Moté | 08 de Maio de 2024 às 14h06

Link copiado!

(Imagem: Divulgação/Motorola)
(Imagem: Divulgação/Motorola)
Edge 50 Ultra

Confirmado para chegar ao Brasil em breve, o Motorola Edge 50 Ultra foi homologado nesta semana pela Anatel e está pronto para estrear no mercado brasileiro. Smartphone premium mais recente da companhia, o aparelho chama atenção pelo design com construção em diferentes materiais, pela tela OLED e câmeras robustas com certificação Pantone, bem como pelo processamento potente com o recente Snapdragon 8s Gen 3.

Identificado pelo número de modelo XT2401-1, código visto em outras certificações e nos próprios portais da Motorola em países nos quais o telefone já está à venda, o Edge 50 Ultra surgiu no site da Anatel, com a certificação que libera sua venda no Brasil.

Os documentos parecem ter sido emitidos no final de abril, mas sua postagem no site da agência de telecomunicações ocorreu apenas nesta semana.

Continua após a publicidade

Um ponto interessante é que o dispositivo aparece registrado junto a um carregador indutivo, para recarga sem fio — por possuir o mesmo código de identificação, esse carregador deve trazer funções pensadas para o topo de linha. De fato, o lançamento possui suporte a carregamento wireless de até 50 W, mas exige uma base proprietária para isso. Diante da documentação encontrada, é provável que a gigante esteja ao menos considerando disponibilizar o acessório por aqui em algum momento.

Como esperado de homologações, os arquivos não trazem muitas informações sobre o Edge 50 Ultra além do essencial. Ainda assim, as especificações do aparelho não são segredo, posicionando-o como o smartphone mais avançado da marca para 2024.

Um dos seus maiores destaques é o processador Snapdragon 8s Gen 3, versão simplificada do 8 Gen 3 tradicional. Apesar de contar com desempenho mais próximo ao 8 Gen 2, conforme mostram testes de benchmarks, a solução segue sendo potente e embarca alguns dos recursos premium vistos apenas na plataforma de última geração, como a alta performance em IA. Sua presença também poderia fazer do Edge 50 Ultra o primeiro celular munido do 8s Gen 3 a estrear no Brasil.

Por falar em IA, o flagship tem nos recursos de Inteligência Artificial outro ponto forte, com a suíte Moto AI. As principais funcionalidades estão atreladas à câmera, com estabilização e processamento de cores aprimorado, apoiadas ainda pela certificação Pantone de alta precisão de tons.

Complementam a promessa de experiência premium os acabamentos em madeira e tecido que imita couro, o carregamento de 125 W, a câmera telefoto periscópio com zoom óptico de 3x e a tela OLED curvada com taxa de atualização de 144 Hz.

O único aspecto desconhecido no momento é o preço, que não deve ser exatamente acessível se considerarmos que o mais simples Edge 50 Pro estreou em solo brasileiro por valores que partem de R$ 3.499, enquanto o Edge 50 Fusion chegou por R$ 2.999. Devemos ter novidades da chegada do celular premium ao Brasil nos próximos dias.