Moto G60 chega ao Brasil com câmera de 108 MP e preço abaixo dos concorrentes

Moto G60 chega ao Brasil com câmera de 108 MP e preço abaixo dos concorrentes

Por Felipe Junqueira | Editado por Wallace Moté | 28 de Abril de 2021 às 09h00
Felipe Junqueira/Canaltech

Mais um Moto G está a caminho do Brasil. A Motorola anunciou nesta quarta-feira (28) a chegada do Moto G60, modelo potente, com câmera de alta resolução e bateria gigantesca, e com a presença do flash frontal, ausente da maior parte dos lançamentos mais recentes.

O dispositivo tem plataforma da série 700 da Qualcomm e fica inserido entre o Moto G30 e o Moto G100, com faixa de preço consideravelmente abaixo deste segundo e recursos mais avançados que o primeiro. Ele traz visual único, com o módulo da câmera em cor semelhante à tampa traseira, que tem as lentes bem destacadas, além do logo da empresa com o leitor de impressão digital logo ao lado. Na frente, a tela ocupa praticamente toda a parte frontal, apesar da presença de um flash para as selfies.

Veja abaixo todas as especificações e destaques do Moto G60, com cada detalhe sobre tela, processamento, memória, câmeras, bateria e recursos, além de preço, disponibilidade e ficha técnica.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Tela com maior taxa de atualização em um Motorola

Moto G60 tem tela de 6,8 polegadas com taxa de atualização de 120 Hz (Imagem: Felipe Junqueira/Canaltech)

Começando pela tela, o novo celular tem a maior taxa de atualização da tela já vista em um Motorola, com 120 Hz. Ou seja, o display IPS LCD de 6,8 polegadas com resolução Full HD e proporção 20,5:9 tem ainda mais fluidez para navegar na internet, jogar ou assistir a vídeos que modelos mais poderosos como Motorola Edge+ e Moto G100.

Além disso, o Moto G60 oferece HDR10, para entregar cores e contraste mais fiéis ao conteúdo, com visualização melhor dos detalhes em áreas claras e escuras. A resolução é de 1080 x 2460 pixels, o que resulta em densidade aproximada de 395 pixels por polegada, em um display que ocupa cerca de 85% da parte frontal do aparelho, com bordas mínimas e um pequeno furo centralizado para a câmera frontal.

O ponto fraco para quem gosta de consumir muita mídia fica para o sistema de som, com um alto-falante mono. Segundo a Motorola, a empresa realiza diversas pesquisas com consumidores ao desenvolver um novo produto, e aqueles que prezam mais pela boa qualidade de áudio geralmente já possuem um fone de ouvido de preferência para jogar ou assistir filmes e séries no celular.

Intermediário poderoso

Processador Snapdragon 732G, 6GB de RAM e 128 GB de armazenamento compõem o hardware do Moto G60 (Imagem: Divulgação/Motorola)

O Moto G60 traz o Snapdragon 732G em seu interior, uma plataforma que traz processador de oito núcleos com arquitetura Kryo 470, sendo dois deles mais potentes, baseado na Cortex-A76 da ARM, e outros seis focados na eficiência energética, baseados na Cortex-A55. Em termos simples, é o chip da série 700 da Qualcomm mais potente sem suporte ao 5G, utilizado em celulares intermediários premium.

Com relação à memória, o smartphone da Motorola chega ao Brasil na versão de 6 GB de RAM e 128 GB de armazenamento UFS 2.1, expansível com cartão microSD de até 512 GB.

Ou seja, trata-se de um bom conjunto de hardware para um celular intermediário, que vai competir em desempenho com modelos como Galaxy A52 e Galaxy A72, da Samsung, Redmi Note 10 Pro e Poco X3, da Xiaomi. Para comparar com modelos da própria Motorola, o Moto G60 fica um pouco acima do Moto G9 Plus, lançado no ano passado.

Câmera de alta resolução

Conjunto de câmeras inclui sensor principal de 108 MP (Imagem: Felipe Junqueira/Canaltech)

Mas o principal destaque do dispositivo está no conjunto de câmeras, que traz três sensores na traseira e mais um na parte frontal, sendo esta última de 32 MP com a tecnologia quad pixel, que une quatro pixels em um só com mais detalhes e menos ruídos. E um diferencial: a empresa incluiu um flash frontal no dispositivo, que fica no canto superior esquerdo, bem colado à borda. Esse recurso tem se tornado raro em celulares contemporâneos, que passaram a utilizar a tela para iluminar o rosto nos autorretratos.

A câmera principal tem 108 MP, e utiliza uma tecnologia ultra pixel que entrega até 9 vezes maior sensibilidade à luz, graças à combinação de nove pixels em um único de 2,1 μm. Completam o conjunto traseiro uma câmera híbrida ultra wide e macro, de 8 MP, e um sensor de profundidade de 2 MP.

Ou seja, além de captar imagens de alta qualidade, o Moto G60 também consegue fazer registros com campo de visão ampliado, com uma lente de 118°, que capta quase quatro vezes mais no enquadramento, e pode ser utilizado para fotos muito aproximadas, com registro de detalhes quase imperceptíveis a olho nu.

Entre os recursos fotográficos oferecidos pelo aparelho estão o modo noturno, por meio do Night Vision, recorte de fundo, cor em destaque, cinemagraph, panorama, selfie em grupo, filtro interativo, modo profissional e Ultra-Res, que permite fotografar com todos os 108 MP. Em vídeo, é possível aproveitar câmera lenta, time-lapse, cor em destaque e câmera dupla, ou seja, gravar com a frontal e principal ao mesmo tempo.

Bateria gigante e recursos adicionais

Bateria de 6.000 mAh é outro destaque do Moto G60 (Imagem: Felipe Junqueira/Canaltech)

Outro grande destaque do Moto G60 é a bateria de capacidade gigantesca, com 6.000 mAh e duração aproximada de 54 horas, segundo a Motorola. Isso, claro, considerando um uso normal, e que há períodos em que o usuário fica um pouco afastado do celular — ou seja, não é todo o período com a tela ligada, transitando entre aplicativos, vendo vídeos e jogando.

O dispositivo ainda traz na caixa um carregador de 20 W, que oferece muitas horas de uso com poucos minutos na tomada, de acordo com a fabricante, além de fone de ouvido simples, capinha transparente flexível, cabo USB-A para USB-C e extrator da gaveta de chips.

E o Moto G60 já vem com o Android 11 de fábrica, com uma atualização de versão do sistema garantida, além de dois anos de pacotes de segurança. O celular tem suporte aos gestos da Motorola para ligar lanterna, abrir a câmera, tirar print da tela e afins, e traz o My UX, que acrescenta alguns recursos de personalização do aparelho com papéis de parede e ícones.

Preço e disponibilidade

Você poderá encontrar o Moto G60 nas lojas da Motorola e também nos principais varejistas e operadoras do Brasil a partir desta quinta-feira (29). O dispositivo chega ao país nas cores azul e champagne pelo preço sugerido de R$ 2.700.

Moto G60: ficha técnica

  • Tela: IPS LCD de 6,8" com resolução Full HD (2400 x 1080 pixels), taxa de atualização de 120Hz, HDR10;
  • Chipset: Qualcomm Snapdragon 732G Octa-core até 2,23 GHz;
  • Memória RAM: 6 GB;
  • Armazenamento interno: 128 GB, expansível com cartão microSD;
  • Câmera traseira: 108 MP (f/1,9, principal) + 8 MP (f/2,2, ultra wide 118° + macro) + 2 MP (f/2,4, profundidade);
  • Câmera frontal: 32 MP (f/2.2);
  • Dimensões: 169,6 x 75,8 x 9,8 mm;
  • Peso: 225 gramas;
  • Bateria: 6.000 mAh com recarga de 20 W (carregador na caixa);
  • Extras: 4G, conectores USB-C e P2, NFC, rádio FM, Bluetooth 5.0, Wi-Fi dual-band, leitor de impressão digital traseiro, ThinkShield for Mobile;
  • Cores disponíveis: azul e champagne;
  • Sistema operacional: Android 11.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.