iPhone não satisfaz americanos como antes e celulares Samsung viram queridinhos

iPhone não satisfaz americanos como antes e celulares Samsung viram queridinhos

Por Felipe Junqueira | Editado por Wallace Moté | 28 de Maio de 2021 às 07h30
Mark Chan/Unsplash

O iPhone não agrada tanto quanto um bom Galaxy topo de linha, mostra uma pesquisa de satisfação do consumidor nos Estados Unidos. Os celulares da Apple, desenvolvidos no país, são mais populares, mas seus usuários não estão tão felizes quanto aqueles que têm em mãos um Galaxy Note 10 Plus ou um S10 Plus, líderes do ranking.

A conclusão é do Índice de Satisfação do Consumidor Americano (ASCI, na singlês em inglês), que entrevistou quase 22 mil pessoas e definiu pontuações de felicidade de cada um com seu celular. E enquanto a Apple perdeu dois pontos, a Samsung se manteve com 81 e assumiu a liderança, um ponto à frente da Maçã. A Motorola ganhou mais quatro pontos, e divide a segunda colocação com Apple e Google (que aparece pela primeira vez), as três com 80 pontos.

Quando a lista se divide em modelos, Galaxy Note 10 Plus, S10+ e S20+ dividem o pódio, todos com 85 pontos. O Galaxy S20 ficou com 84 pontos, e o A20 somou 83, e depois cinco celulares empataram com 82 pontos: o Galaxy S10, também da Samsung, e aí entram aparelhos da Apple, representada pelo iPhone 11 Pro, 11 Pro Max, X e XS Max.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Ou seja, a Apple pode até dominar o mercado americano de celulares com vendas consideravelmente melhores que a concorrência, mas seus produtos já não satisfazem mais o consumidor como antigamente. Não que esteja ruim, mas o resultado mostra que Samsung, Motorola e Google estão em um bom caminho no que diz respeito à experiência que oferecem a seus usuários.

Curiosamente, apesar dos bons números em vendas, nenhum modelo da série Galaxy S21 apareceu no ranking. Mas também não há sinal de nenhum iPhone 12, então provavelmente eles aparecem na próxima.

Fonte: ASCI

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.