Apple e TSMC já começaram a produzir principal componente do iPhone 13, diz site

Por Felipe Junqueira | Editado por Wallace Moté | 27 de Maio de 2021 às 07h00
Andrew Griswold/Unsplash

Quase dois meses após uma reportagem indicar que a produção do chip A15 seria iniciada um pouco antes do previsto, um site coreano noticia que a TSMC já começou a fabricar a plataforma que deve ser utilizada pela Apple no iPhone 13.

De acordo com o Digitimes, a produção foi iniciada antes mesmo de começar o último mês do primeiro semestre do ano, em vez de começar apenas na segunda metade. De acordo com as fontes, o A15 Bionic mantém a litografia de 5 nm utilizada na produção do antecessor, o A14 Bionic, presente na série iPhone 12. A diferença deve estar em uma melhoria na velocidade e desempenho geral, além de aumentar a eficiência energética.

Apesar da produção antecipada dos chips, o iPhone 13 deve ser anunciado sem grandes imprevistos. Desta vez, a pandemia não deve causar atrasos, como no ano passado com o iPhone 12, que teve o anúncio em outubro e início das vendas quase em novembro.

Mesmo que a contenção da pandemia não ocorra como esperado, o ano de 2021 não teve tantos imprevistos como em 2020, e as fabricantes puderam se programar melhor para manter o cronograma mais comum. Assim, o evento de lançamento da série iPhone 13 possivelmente ocorrerá entre a primeira e a segunda semana de setembro, como aconteceu com vários de seus antecessores.

O que esperar do iPhone 13

Há vários rumores sobre a nova série de celulares da Apple, que deve manter os mesmos quatro modelos do ano passado: uma variante “normal”, um Mini, um Pro e o Pro Max. Estes dois últimos possivelmente passarão a adotar um painel LTPO na tela OLED, para entregar taxa de atualização de 120 Hz, já presente em vários modelos Android.

Também existe a chance de o celular da Apple passar a oferecer o recurso Always on Display, que mostra relógio e ícones de notificação na tela o tempo todo, o que ajuda a acessar estas informações importantes sem necessidade de acender o display.

Também são esperadas algumas novidades em câmeras, com melhorias principalmente na ultra wide de todos os modelos. Adicionalmente, o notch pode finalmente ser reduzido nesta nova geração.

Fonte: Digitimes (via MacRumors)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.