Huawei P20 e P20 Pro chegam com sistema de até três câmeras e visual gradiente

Por Jessica Pinheiro | 27 de Março de 2018 às 15h00
photo_camera Raymond Wong/Mashable
TUDO SOBRE

Huawei P20

Smartphones com câmeras de resoluções excepcionalmente incríveis não são uma novidade, e muitas empresas já se aventuraram oferecendo especificações de ponta, com sensores de altíssima resolução, Uma delas foi a Nokia, que, com o Lumia 1020, trouxe exorbitantes 41 megapixels para um smartphone.

Agora é a vez da Huawei chegar para bater recordes. Nesta terça-feira (27), a fabricante chinesa, considerada a terceira maior do mundo, apresentou o P20 e o P20 Pro, dois smartphones com especificações para lá de ousadas.

Visual gradiente

Começando pelo P20, o celular oferece uma tela de 5,8 polegadas, enquanto que o modelo Pro conta com um display de 6,1 polegadas. Ambos são feitos inteiramente de vidro, vislumbrando belos gradientes de duas cores dependendo do ângulo da tela. Eles seguem a tendência de curvas dos dispositivos modernos, trazendo acabamentos espelhados e vidraças que se misturam quase que perfeitamente à armação de metal. Além disso, os dois aparelhos ostentam um entalhe moderno na parte superior, semelhante ao que a Apple usa para alocar seu sistema de câmera Face ID no iPhone X.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A versão P20 é um pouco menor do que o modelo P20 Pro e possui apenas duas câmeras na parte de trás (Imagem: Mashable)

A aparência do chassi de vidro irradia tons de azul mesclados a um roxo claro quando inclinado; mas esse não é o único forte do design dos novos dispositivos móveis. Além desses detalhes, a Huawei também desenvolveu uma abordagem inteligente para o entalhe do display, que é muito mais estreito que o concorrente da Maçã. O espaço do componente arredondado do speaker, inclusive, é um forte economizador de espaço, já que a companhia não utiliza o formato elíptico que todos já estão acostumados.

Ainda não é o smartphone essencial sem notch que todos anseiam, até porque o entalhe ainda precisa abrigar a câmera frontal, mas já é um avanço no design. Além do mais, o display, como um todo, acaba recebendo um charme a mais, já que o espaço superior mais estreito é agradável aos olhos e a tela é brilhante e atraente.

É importante também ressaltar que o P20 Pro é à prova d’água em ambientes aquáticos com até 900 metros de profundidade e possui certificação IP67 de resistência a poeira. O P20, por sua vez, simplesmente resiste à água e respingos, ou situações semelhantes, sendo classificado apenas como IP53.

Configurações de tela

O acabamento dos novos flagships da Huawei reflete tons diferentes dependendo do ângulo do dispositivo (Imagem: TechCrunch)

Tanto o Huawei P20 como o P20 Pro vêm com display Full HD+, o que significa que suas telas consomem menos bateria em oposição aos mais de 4 milhões de pixels que se acendem em dispositivos equipados com a tecnologia QHD+.

O P20, por sinal, oferece uma tela LCD RGBW de 5,8 polegadas com resolução de até 1080 x 2240 pixels e proporções de 18,7:9. A tecnologia RGBW garante mais luminosidade que os displays LCDs comuns devido ao pixel branco extra. De acordo com a Huawei, o dispositivo chega a exibir 770 nits, 25% a mais que o iPhone X ou o Galaxy S9, por exemplo. O modelo Pro, por sua vez, é um pouco maior, com painel OLED de 6,1 polegadas e mesma resolução.

Especificações                    

Os mais novos carros-chefes da Huawei vêm equipados com um chipset Kirin 970 homebrew de 10nm e oito núcleos rodando a até 2,4 GHz, o que deve garantir que o usuário não sinta nenhuma queda de desempenho no dispositivo móvel. Além disso, os modelos oferecerão 4 GB ou 6 GB de RAM e contarão com armazenamento interno a partir de 128 GB. Já as baterias serão de 3400 mAh e 4000 mAh.

Os aparelhos também são relativamente finos. (Imagem: Mashable)

Os recursos de áudio também receberam melhorias se comparados com outros modelos da fabricante chinesa. Os flagships recém-anunciados suportam transferência de áudio Bluetooth de alta resolução, e a empresa também está vendendo (separadamente) três novos acessórios para o som dos dispositivos.

O primeiro deles é o Huawei FreeBuds, componentes estéreos sem fio; o segundo são os fones de ouvido Active Noise Canceling Earphones 3, capazes de cancelar ruídos e oferecer áudio de alta resolução; e o Huawei DAC Headphone Amplifier, o qual possui um chip DAC para agradar os audiófilos, já que consegue decodificar áudio de 32 bits e 384kHz, bem como aprimorar a capacidade de headphones tops de linha.

Em termos de software, ambos os aparelhos da Huawei vêm com Android 8.1 e com interface de usuário EMUI 8.1, uma versão personalizada do sistema operacional da Google, mas que conta com algumas particularidades, remetendo muito ao iOS.

A cereja do bolo: as câmeras

A configuração das câmeras é, sem dúvida, a parte que mais chama atenção nos novos aparelhos. Enquanto o P20 traz uma câmera dupla Leica, uma com sensor monocromático de 20 megapixels e outra com 12 megapixels RGB; o P20 Pro vai ainda além e deixa a humildade de lado para apostar alto na corrida de dispositivos móveis.

Uma representação vertical da configuração de câmera tripla e suas devidas lentes. O P20 Pro é o primeiro a exibir um sistema de três sensores na parte traseira (Imagem: Huawei)

O modelo aprimorado da Huawei traz lentes f / 1.7, f / 1.6 e f / 2.4, respectivamente, com uma configuração tripla de câmeras: uma com 20 megapixels monocromáticos, outro com 12 megapixels RGB novamente, e uma adicional de 8 megapixels com lentes telefotos e estabilização ótica. O tamanho dos pixels, por sinal, é 61% do que os do iPhone X, e 22% maiores do que os do Galaxy S9, coletando mais luz em 1,55 microns. Além disso, há um sistema de foco híbrido 4 em 1 com sensor de temperatura, laser com autofoco e detecção de ambiente.

A configuração de câmera do P20 Pro é considerada a mais alta em termos de sensibilidade à luz, considerando que se trata de um smartphone de ISO até 102.400 (vale lembrar que a maioria dos telefones atinge ISO 6400). O mais recente flagship da Huawei é ainda o primeiro aparelho celular com zoom óptico de 3x por conta da lente telefoto (ou até 5x se for o “zoom híbrido”); e também conta com efeito de super slow motion com 960 frames por segundo em 720p.

Por fim, a fabricante chinesa implementou um modo de câmera rápida que consegue capturar uma imagem quando o celular está em estado de tela bloqueada dentro de 0,3 segundos. E, antes que apareça aquela dúvida: sim, os smartphones possuem um recurso de desbloqueio de rosto com base em 2D que libera o aparelho em 0,5 segundos.

O modelo aprimorado P20 Pro em sua cor crepúsculo, exibindo a configuração de câmera tripla, alocada na parte traseira (Imagem: Mashable)

Há também uma inteligência artificial implantada nas câmeras, responsável por ajudar o usuário a ajustar as fotografias conforme o que está em foco na lente com o auxílio de um chip ISP (processador de sinal de imagem) dedicado – algo semelhante a funcionalidade HDR+ Aprimorada encontrada no Google Pixel 2. As câmeras frontais, aliás, contam com resolução de 24 megapixels, iluminação para o modo retrato e reconhecimento facial que serve para desbloquear o smartphone.

Preços e datas de lançamentos

Os mais novos carros-chefes da Huawei estão previstos para chegarem no segundo trimestre de 2018 (período que vai de abril a junho) na Europa. Os Estados Unidos devem ficar de fora da distribuição oficial dos smartphones, pelo menos até que a guerra comercial entre o país e a China se estabilize.

A respeito dos valores, a fabricante chinesa visa alcançar um grande público e, portanto, deve oferecer o P20 Pro a 899 Euros (50 euros a menos do que o Galaxy S9 Plus), o que dá aproximadamente R$ 3.700 em conversão direta e sem adição de impostos. O P20 padrão também deve ser estrategicamente comercializado com um preço abaixo do Galaxy S9 comum, sendo vendido a 679 Euros, o equivalente a R$ 2.800.

Os recém-anunciados P20 e P20 Pro chegarão em pelo menos cinco cores diferentes. Smartphones serão vendidos no segundo trimestre (Imagem: Huawei)

O P20 será disponibilizado nas cores preta, ouro champanhe, crepúsculo, ouro rosa e azul meia noite. Já o P20 Pro será oferecido em todas essas cores, exceto pelo tom de ouro champanhe.

Fonte: Mashable, Tech Crunch, Android Central, Phone Arena, BBC

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.