Huawei Mate 50 pode usar Snapdragon 8 Gen 1 em limitada versão 4G

Huawei Mate 50 pode usar Snapdragon 8 Gen 1 em limitada versão 4G

Por Victor Carvalho | Editado por Wallace Moté | 23 de Fevereiro de 2022 às 08h15
Huawei

Um novo vazamento revela detalhes a respeito da linha Huawei Mate 50, poderosa família de smartphones de alto desempenho da empresa que, embora deva apostar no chip mais potente da Qualcomm, não deve oferecer suporte para redes móveis de última geração.

A informação foi publicada por um informante na rede social Weibo, afirmando que a série Huawei Mate 50 deve estrear em meados de julho com chip Snapdragon 8 Gen 1.

Entretanto, a Huawei ainda é proibida de utilizar o "5G americano" em seus dispositivos graças às sanções impostas pelos Estados Unidos, e por isso o chipset será customizado, mantendo apenas o suporte para redes 4G.

Isso já foi feito em lançamentos recentes da marca para a linha P50, inclusive nas versões globais do P50 Pro e P50 Pocket.

Huawei deve melhorar câmeras presentes na linha P50 para levá-las ao Mate 50 (Imagem: Reprodução/Huawei)

Mais um vazamento reforça também a chegada do novo HarmonyOS 3.0, substituto do sistema operacional do Google para celulares da Huawei, mas ainda baseado no Android (graças ao código aberto da plataforma).

A linha Huawei Mate 50 é esperada com câmeras melhores que as encontradas na linha Huawei P50, bem como telas de alta qualidade, desempenho avançado e muito mais.

Design do Huawei Mate 50 ainda é desconhecido, mas pode ser inspirado pelo Mate 40 com arranjo de câmeras em formato de anel (Imagem: Reprodução/Huawei)

Durante todo o ano de 2021 a Huawei evaporou entre as maiores fabricantes de smartphones do mundo, sendo substituída cada vez mais pela Vivo Mobile, empresa do grupo BBK Electronics (que também representa a Oppo, OnePlus e Realme).

Dado o estado atual das divisões políticas, é pouquíssimo provável que os EUA retirem as sanções relacionadas à Huawei em um futuro próximo. Portanto, caso você ainda sonhe que a empresa volte a ser o que era, é melhor não se animar tanto com o uso de componentes da Qualcomm.

Vale lembrar que a Huawei possui evento marcado para a MWC 2022, mas com foco no lançamento de dispositivos para escritório, podendo incluir notebooks, monitores, computadores e itens de casa conectada.

Fonte: MyDrivers (em chinês)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.