Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Galaxy Z Flip 3 é o dobrável mais popular; segmento tem recorde de vendas

Por| Editado por Wallace Moté | 30 de Novembro de 2021 às 14h24

Link copiado!

Samsung
Samsung

O mercado de celulares dobráveis segue crescendo em 2021 a cada trimestre, e entre julho, agosto e setembro celulares dobráveis foram mais vendidos que nunca, com a Samsung dominando o segmento com 93% de participação e o Galaxy Z Flip 3 sendo o queridinho entre consumidores.

Dados compartilhados pelo Display Supply Chain Consultants (DSCC) revelam que o primeiro trimestre de 2021 começou tímido com vendas inferiores aos nove meses anteriores, mas com o anúncio do Galaxy Z Flip 3 e Galaxy Z Fold 3 tivemos um crescimento no mercado durante o segundo e terceiro trimestre.

Continua após a publicidade

O aumento nas vendas de dobráveis neste terceiro trimestre foi de 215% em relação ao trimestre anterior, com um impressionante crescimento de 480% em relação mesmo período do ano anterior.

A previsão para o quarto trimestre de 2021 é de mais um recorde seguido, com aproximadamente 3,8 milhões de dobráveis vendidos durante o período de fim de ano.

Dobráveis devem se popularizar ainda mais no próximo trimestre

Em um recorte feito para analisar dispositivos mais populares da categoria, a Samsung domina o segmento de dobráveis com 95% de participação.

No topo da lista temos três celulares da marca: o Galaxy Z Flip 3 com participação de 60%, Z Fold 3 com pouco mais de 20% e o Z Flip 5G de 2020 com menos de 10%. A Huawei ocupa a quarta e quinta posição com as duas versões do Mate X2, uma com 4G e outra com 5G. O Galaxy Z Fold 2 aparece em sexto lugar.

Em "outros" temos a Xiaomi e Motorola com modelos como o Mi Mix Fold e Motorola Razr, que juntos ainda não são suficientes para se destacar entre as principais concorrentes.

Samsung domina venda da categoria e competidoras se preparam

Continua após a publicidade

A popularidade dos dobráveis a partir de agora deve crescer cada vez mais, uma vez que empresas que ainda não lançaram modelos com tela flexível, como a Oppo, Honor, OnePlus e Vivo Mobile devem lançar aparelhos competitivos já nos próximos meses.

Além disso, versões atualizadas de celulares da Xiaomi e Motorola, bem como modelos ainda mais bem desenhados da Samsung e Huawei devem se consolidar na indústria, tendo preços reduzidos e maior adesão do público.

Fonte: DSCC, via Ross Young