Publicidade

Galaxy S23 FE tem preço agressivo vazado e pode repetir sucesso do S20 FE

Por| Editado por Wallace Moté | 05 de Abril de 2023 às 09h52

Link copiado!

Samsung
Samsung

O Galaxy S20 FE ainda é um grande sucesso, tanto que foi eleito o melhor smartphone custo-benefício de 2022 na 6ª edição do Prêmio Canaltech. E após o cancelamento do Galaxy S22 FE, a Samsung deve apresentar este ano a nova geração do seu topo de linha acessível com preço ainda menor de acordo com um novo vazamento.

Segundo o site Daily Economy, o Galaxy S23 FE será lançado ainda em 2023 com preço aproximado de 800 mil won sul-coreano, ou cerca de R$ 3 mil em conversão direta.

Caso este seja de fato o preço escolhido pela Samsung, a escolha agressiva posicionará o S23 FE na mesma faixa de preço de outros aparelhos populares, tendo ainda um valor inferior ao S21 FE, originalmente lançado por US$ 699 (~R$ 3,5 mil).

Continua após a publicidade

O que fará o Galaxy S23 FE ser mais barato?

É claro que a Samsung não poderá fabricar o Galaxy S23 FE com desempenho e acabamento do Galaxy S23 pelo preço esperado, então compromissos serão feitos. Assim como as edições anteriores, devemos ver um acabamento de plástico para reduzir significativamente os custos de produção e esperamos tela e câmeras menos avançadas, mas boas o suficiente para quase todos os consumidores.

Mas se a Samsung quer lançar um aparelho com preço agressivo, o principal componente relacionado ao valor será o processador. Nos últimos meses temos visto rumores vagos indicando que o S23 FE chegaria com chip Snapdragon 8 Plus Gen 1, mas uma redução tão significativa de preço pode indicar que a Samsung aposte em chip próprio para evitar custos elevados. E é aí que entra o Exynos 2200.

O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

O processador que equipou versões da linha Galaxy S22 lançada no ano passado pode ser principal o motivo do preço competitivo do Galaxy S23 FE. Por ser desenvolvido e fabricado pela Samsung, o chip Exynos é mais barato para se produzir uma vez que não há necessidade para adquirir um processador de outra fabricante, como o Snapdragon 8 Plus Gen 1 desenvolvido pela Qualcomm e fabricado pela TSMC.

Apesar de ótimo desempenho em teste de Ray Tracing para iluminação mais fiel em jogos, o Exynos 2200 possui GPU até 30% inferior ao Snapdragon 8 Gen 1 e mais testes de desempenho reforçam a baixa eficiência do chip da Samsung em comparação com o mesmo chip da Qualcomm.

Para consumidores exigentes, a presença do Exynos 2200 pode ser um fator decisivo o suficiente para evitar o Galaxy S23 FE, mas sabemos que a grande maioria do público não está tão interessada em especificações tão detalhadas, mas sim no preço cobrado, na confiança pela marca e, claro, na experiência geral de uso. Desde que o aparelho funcione, não há o que reclamar. E mesmo com um processador polêmico, o Galaxy S23 FE tem potencial para se tornar mais um grande sucesso.

Continua após a publicidade

Fonte: Daily Economy